quinta-feira, 22 de março de 2012

A Lenda do João de Barro




Esta canção " A Lenda do João de Barro" de autoria de Carlos Dí Jaguarão, Carlos Rebouças e Carlos Walker " faz parte do projeto LENDAS DO SUL, as 12 lendas gaúchas.
Gravado ao vivo em São Paulo, em março de 2012. Técnica e mixagem: Juliano Oliveira.
Fotos: Ana Lúcia Carril e Oscar Alarcón.
Piano: Carlos Rebouças
Voz: Carlos Walker


JOÃO DE BARRO (Carlos Walker-Carlos Di Jaguarão-Carlos Rebouças)


Jaebé, enamorado foi levar seu coração
E chegou pro pai da índia pedindo sua permissão.
A mais linda em toda tribo, pés e braços de emoção
dançou no chão da floresta a canção.


Todo o amor mais bonito é um segredo pra encorajar
Que o João de Barro descobre e avisa com seu piar
Nem trama, nem distancia impedem o amor 
De ter seu par, ninho de esperança
Pra arvorecer quem quer amar.


Mas o pai da boa índia exigiu sua condição
Pra saber se o amor do índio não era apenas paixão.
Nove dias de tortura, enrolado e sem comer
Num couro de anta grande pra morrer.


Todo o amor mais bonito é um segredo pra encorajar
Que o João de Barro descobre e avisa com seu piar
Nem trama, nem distancia impedem o amor 
De ter seu par, ninho de esperança
Pra arvorecer quem quer amar.


Jaebé venceu a prova com a força de um leão
Pra viver com a sua amada na oca do coração.
E os dois João de Barro tão cupidos entre si
Piam nomes em dueto, eu ouvi.


Todo o amor mais bonito é um segredo pra encorajar
Que o João de Barro descobre e avisa com seu piar
Nem trama, nem distancia impedem o amor 
De ter seu par, ninho de esperança
Pra arvorecer quem quer amar.






Postar um comentário