terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Levante-se!


Por Jorge Passos

Essa charge que circula nas redes poderia continuar com o cidadão levantando-se da sua poltrona e saindo de casa para dar uma boa caminhada. Teria completado de forma magnífica a ação de desligar a TV. O sedentarismo, aliado a essa passividade diante de uma telinha da Globo, faz muito mal à saúde. Estudos de especialistas indicam que ficar sentado é muito prejudicial ao nosso organismo. Muitas enfermidades estão associadas a esse nosso mau hábito. Dizem até que “sentar é o novo cigarro”. Doenças crônicas, redução da expectativa de vida, obesidade, entre outros males. Resumindo, quem fica muito tempo sentado, morre mais cedo.

Contudo, não é fácil sair dessa armadilha. Eu faço o que posso. Ultimamente, deixei um pouco de lado as caminhadas e adotei o ciclismo. Sempre gostei de pedalar. A primeira experiência foi num triciclo que era do meu irmão mais velho. Mas eu incomodava tanto para andar que ele desistiu e me transferiu o bem. Depois, o próximo passo, aprender a andar sem auxílio de rodas sobressalentes, numa grande bicicleta (aos meus olhos de criança) que era de uso da Casa Azpiroz. Baita desafio. Foram alguns tombos, mas venci. Um povo que venera a bicicleta, sem dúvida, é o uruguaio. Creio que uma das poucas categorias olímpicas em que o Uruguai sempre tem representante, além do futebol, é o ciclismo.

Um dos meus passeios preferidos é atravessar a ponte Mauá de bicicleta e ir até as barrancas do rio, do lado de allá, nadar um pouco nas águas do Jaguarão. Falando em Ponte, ficou excelente a iluminação com a troca de lâmpadas efetuada. Está faltando agora uma boa limpeza nos trilhos e retirada de areia nos costados da pista. Não só pela estética, mas também pela segurança dos ciclistas e motociclistas. Creio que a responsabilidade é do DNIT que deveria ser acionado ou da Ecosul, concessionária da BR 116 , trecho Pelotas –Jaguarão, da qual a Ponte faz parte. Não tenho certeza.

Para terminar, nada melhor do que as palavras do Nazareno a Lázaro: “Levanta-te e anda!”

Publicado na Coluna Gente Fronteiriça do Jornal Fronteira Meridional em 21/01/2015


Postar um comentário