quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Lançamento do livro Contos da vida difícil de Aldyr Schlee em Jaguarão


Sexta Feira - 18 h - Biblioteca pública de Jaguarão
Lançamento do livro - Contos da vida difícil - Aldyr Schlee
Esquete Dom Quixote de la Mancha
Músicas - Milonga por Don Sejanes e A viúva de Quinteros (Martim César/Paulo Timm)

A viúva de Quinteros
Ninguém sabe o paradeiro
Da viúva de Quinteros
Que se foi sem deixar rastros
Que partiu pra nunca mais...

Restou um rancho deserto
Olhando pra o campo aberto
E já esquecido por Deus
E mil causos na memória
Que tentam contar a história
Como de fato ocorreu

Mas ao certo ninguém sabe
Qual o seu fim ninguém responde
Se morreu, cadê o corpo?
Se partiu, se foi pra onde?

Viu seu marido e seu filho
Partirem na leva um dia...
Mas por que não retornaram
Se tantos sobreviveram?
Onde estão os prisioneiros
Da batalha de Quinteros?

As mulheres que ficaram
Não tinham lenço ou bandeira
Mas muito mais que seus homens
De muitas mortes morreram


Na ponta rubra da lança
Uma tesoura de esquila
Adorna o peito sangrado
De outro Blanco assassinado
E junto ao corpo estendido
Sempre um lenço colorado...

O mesmo lenço encarnado
Que se extraviou em Quinteros
E que reclama em silêncio
A morte dos prisioneiros

Morreram muitos depois
E todos de igual maneira
E viram um lenço rubro
Ao lado da esquiladeira
E – sempre - em seus enterros
A mesma mulher de negro
(Baseado no texto de Aldyr Schlee) Martim César
Postar um comentário