quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

IF-Sul confirma campus binacional em Jaguarão

Foto Divulgação-Prédio da antiga Sec. de Obras foi cedido pela Prefeitura Municipal

O prefeito Cláudio Martins recebeu ofício do reitor do Instituto Federal Sul-rio-grandense (If-Sul), Antônio Carlos Brod, confirmando a implantação de um campus binacional no município e apresentando o professor Ricardo Pereira Costa como futuro diretor do campus de Jaguarão.

Esse documento é a consolidação do processo e demonstra a força deste projeto. Com essa indicação do futuro diretor já temos alguém que irá cuidar dos cursos e também das obras de adaptação do prédio que a prefeitura cedeu para instalar o campus”, disse o prefeito. De acordo com a assessora de Assuntos Internacionais do IF-Sul, Lia Pachalski, a implantação do campus em Jaguarão vem sendo trabalhada em um esforço conjunto com foco na integração. “Jaguarão faz parte desta missão e queremos trazer pra cá educação de qualidade e profissional na área tecnológica”, destacou.

A assessora entregou ao prefeito o material gráfico produzido pelas instituições do Brasil e Uruguai, mostrando os resultados concretos obtidos no campus de Santana do Livramento, onde foi implementado um projeto pioneiro na América Latina, que permite a estudantes brasileiros e uruguaios dividirem a mesma sala de aula e conquistarem um certificado binacional.

Desenvolvimento da fronteira
Para Cláudio Martins o início dos cursos profissionais em Jaguarão vai, sem dúvida, contribuir significativamente não apenas com a vida dos futuros profissionais, mas também com o desenvolvimento da fronteira Jaguarão-Rio Branco. Uma das propostas de curso em estudo para o campus Jaguarão é na área de restauro. 

Sobre essa proposta a ideia inicial é capacitar docentes na área de restauro e trabalhar também com a capacitação da mão de obra civil, para que esses profissionais tenham conhecimento e entendimento sobre patrimônio de forma diferenciada das novas construções. Em maio de 2011 o Conjunto Histórico e Paisagístico de Jaguarão foi tombado pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, ligado ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Participações
Participaram do encontro em que foi repassado o ofício representantes do If-Sul, Ministério de Educação e Cultura do Uruguai, Universidade do Trabalho do Uruguai, Escola Técnica de Rio Branco, Unipampa, Secretaria Municipal de Educação e Instituto Federal de Minas Gerais.

Prédio
O antigo prédio onde funcionava as secretarias de Obras e de Desenvolvimento Rural será o futuro campus da Escola Técnica de Jaguarão. O local, que será cedido pela prefeitura municipal, receberá obras de adaptação com recursos do governo federal.


terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

SOLDADOS ARTISTAS LATINOAMERICANOS


Pintores del horror

Diego M. Lascano  ( El País Digital)
INNUMERABLES instantes de crueldad humana, destructora de seres y paisajes, fueron transformados en objetos de belleza por el talento plástico de los soldados-artistas, tanto en la Guerra del Paraguay como en la Guerra del Chaco. Papel y carbonilla viajaban junto al fusil y la bayoneta, mientras la percepción de sus sentidos se exacerbaba más y más por el toque de clarines, el redoble de tambores y el color de uniformes y pabellones.
Un siglo antes de que el trastorno por estrés postraumático (TEPT) y la reacción de estrés en combate (REC) fuesen definidos y estudiados, los soldados-artistas ya intuían que plasmar las improntas de la batalla les proporcionaba un cierto alivio. En sus trazos elaboraban el duelo por los camaradas caídos y se alejaban momentáneamente de la tragedia.
TRINCHERAS SUDAMERICANAS. A lo largo de la primera mitad del siglo XIX, América Latina se desangró en campañas emancipadoras y luchas fratricidas. Fue el precio que las nuevas naciones independientes pagaron para consolidar sus diversas identidades. Luego sobrevino un período de aparente tranquilidad y progreso material.
Pero la paz no duraría demasiado. En la cuenca del Plata estallarían dos conflictos bélicos de inusitadas proporciones, que diezmarían su población: la Guerra de la Triple Alianza o del Paraguay (1864-1870) y la Guerra del Chaco (1932-1935). De sus trincheras, pantanos, montes y desiertos, egresaría una notable camada de artistas. Sin embargo, sólo un puñado de talentosos lograría sobrevivir.
Eran pintores de combate, no de caballete.

Carnaval Jaguarão 2012 - Aguenta se Puder.wmv



Desfile da Aguenta Se Puder
Campeã do Carnaval 2012

Tema Enredo
A História dos Perfumes

Samba Enredo
O Cheiro dos Perfumes

Composição de Jorge Tormes, José Aureo e Jura

Intérpretes: José Aureo, Machado, Cau e Junior

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Jaguarão, a Salvador do Sul - Carnaval 2012


Matéria da RBS TV Pelotas sobre o Carnaval 2012 em Jaguarão. Presença da artista global Fabiana Carla que, em seu depoimento, compara o carnaval jaguarense ao Circuito de Salvador na Bahia.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Carnaval 2012 em Jaguarão. Um presente para os 200 anos da cidade




A alegria, diversão e um grande público, fazem de Jaguarão referência de um dos melhores carnavais do estado

De todas as ruas da cidade vinham eles com suas diferentes camisetas azuis, amarelas, vermelhas, verdes, rosas, como fossem tribos que se encontram para a grande festa da aldeia.

No final de tarde eram centenas, ao longo da noite, milhares, tomados de energia e empolgação, homens e mulheres que coletivamente e somente assim, promoveram o maior espetáculo de todos os tempos na fronteira do extremo sul do Brasil.

Os risos, os gritos, os pulos, os gestos que vinham de reis, rainhas, mendigos, heróis, bandidos, personagens da essência da alegria e imaginação, construídos para festejar o maior carnaval da nossa região, foram um show maravilhoso e emocionante para um público que parecia não acreditar na grandeza de nossa festa.

Nos 200 anos de nossa cidade, o presente foi deles para eles, de Jaguarão para Jaguarão, daqui para todo o nosso Estado, para todo o Brasil.

Valeu povo de Jaguarão!

Cláudio Martins
Prefeito Municipal



sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Aguenta Se Puder foi a Campeã do Carnaval 2012

Com o enredo "A História dos Perfumes",  a Escola  Aguenta se Puder, depois de 32 anos, conquista mais um campeonato no Carnaval de Jaguarão. Veja alguns momentos.

Alegoria representando os homens das cavernas, queimadores de ervas,
e a civilização egípcia 
Trono de Cleópatra com os Imperadores Julio César e Marco Antonio
A batalha perfumada de Napoleão e o Perfume francês 
Ala Noites em Festa Flamenca- A chegada do perfume na Europa

Arena com os destaques da Espanhola e Toureiro 
A Bateria de Mestre Paulinho - fantasia a Burguesia 



Carnaval 2012 em Rio Branco prossegue hoje



*Viernes 24/ Desfile

Hora 22          COMPARSAS:    Grupos de la ciudad de Río Branco
                          MURGAS:           Grupos de la ciudad de Río Branco
                                                         Carro Gre Toys
                                                         "Un sueño de Carnaval" /Pueblo Rincón

                           Escenario Central: Comparsas y Murgas locales
                                                                 

*Sábado 25/ Desfile:     Grupos de Río Branco
                                         "Tiráte que hay arenita"/ Treinta y Tres

                             Escenario Central:  Comparsas y Murgas locales

*Domingo 26/ Desfile: todas las agrupaciones
                                                          Gre Toys
                                                          Murga

                                 Escenario Central:     todas las agrupaciones
                                                                                     Murga visitante
                                                                                     Presencia de autoridades
                                                                                     entrega de premios

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Carnaval de Jaguarão - Uma festa das maiores!

Destaque da Palestina



Escrevo na manhã da segunda feira de carnaval. Assim como a maioria dos jaguarenses estou recebendo nestes dias a visita de familiares. Os meus vieram da capital federal. Repetem o que fizeram há seis meses quando conheceram a cidade. E foi tanta a atração, que estão repetindo o encontro com Jaguarão. E agora, para conhecer um pouco deste carnaval, que vai se consolidando como um dos melhores, sem dúvida, da Zona Sul do Estado.

E o sucesso se deve não só aos maravilhosos foliões que temos, à segurança que se desfruta para brincar na avenida, à nossa tradicional hospitalidade, aos encantos e patrimônio que foram sendo projetados a todo o país. Temos de reconhecer que houve um trabalho cuidadoso por parte da atual administração municipal, capitaneado pela Secretaria de Cultura, em tornar o carnaval uma festa organizada e com estrutura de cidade grande. A retirada dos reboques da avenida, garantindo maior segurança aos foliões e incentivando as turmas a criarem seus trios elétricos, a melhoria nas estruturas de camarotes e arquibancadas para acomodar o público, a ampliação da passarela do samba, valorização das Escolas, Blocos e Conjuntos com a contratação de jurados profissionais de fora da cidade. São ações do poder público que merecem o nosso aplauso.

Falando em Trios, são uma das grandes atrações, principalmente os que contam com música ao vivo. Um verdadeiro show de empolgação e agito. Também destacamos a beleza das Escolas, dos blocos e dos Conjuntos. Os foliões com suas fantasias muito originais e bem trabalhadas são outro destaque. Fica a sugestão para que se institua em 2013, um premio ao folião com melhor fantasia.

Com o grande afluxo de turistas, algo nunca visto, hotéis, pousadas, garagens, campings improvisados, em suma, tudo completamente lotado, o que se projeta é um carnaval cada vez melhor. O que também não deixa de ser um desafio na necessidade de ampliar nossa rede de hospedagem. A implantação de um camping municipal poderia ser uma medida a ser estudada.

Termino divulgando que a TV Nativa Record de Pelotas está transmitindo desde este ultimo sábado o seu sinal para Jaguarão. Sua programação pode ser vista no Canal 7. A Nativa fez um especial sobre o carnaval em nossa cidade que estará sendo exibido no próximo domingo às 11 e meia da manhã. É mais uma opção para o telespectador ficar por dentro do que acontece na região.

Jorge Passos

Texto publicado na Coluna Gente Fronteiriça do Jornal Fonteira Meridional do dia 22/02/2012

Murga La Operaria no Carnaval de Rio Branco nesta quinta-feira

Murgas, sempre a grande atração do carnaval uruguaio

Rio Branco - Programación de Carnaval 2012 
Jueves 23

Desfile:Reinas

Hora 22 

COMPARSAS: 

"Sacále lo desparejo" 
Caritas Pintadas"
Asociación Lubóla  "Raíces"
"Armonía" de Fraile Muerto

MURGAS:

"La Bochinchera"
" La Operaria"
Invitadas de la ciudad de Melo

Gre Toys


Escenario Central:
"La Bochincera"
" La Operaria"
Invitadas de la ciudad de Melo

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Jaguarão fez o melhor Carnaval do Sul do Brasil

A Estrela Dalva abriu o desfile das Escolas na terça 

Depois foi a vez da Aguenta colorir a Avenida 27
Encerrando a noite das Escolas, o desfile da Palestina
E o povo tomou conta na eletricidade e som dos Trios
Depoimento de um turista, carioca radicado em Brasília-DF,  sobre a festa: "pensei que gaúcho só gostasse de Grêmio ou Internacional, mas em Jaguarão descobri que o gaúcho também gosta muito de carnaval!" 


A Brigada Militar estimou que vinte mil pessoas, das quais dez mil turistas, estiveram presentes durante as cinco noites de carnaval em Jaguarão. O fato positivo é que não foi registrado nenhum incidente. 

Estrutura adequada, segurança e organização vão transformando esta festa num dos maiores eventos da cultura popular no sul do Brasil.

Parabéns à Comissão organizadora, Liga das Escolas, Secretaria de  Cultura, Prefeitura Municipal, foliões, trios, blocos , conjuntos e a todos que trabalharam para a realização do Carnaval 2012.      

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Desfile das Escolas de Jaguarão foi um espetáculo!

Barão do Rio Branco foi um dos destaques da Palestina

Desfile da Aguenta balançou a avenida
A Estrela Impressionou com seus carros alegóricos

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Algumas imagens do Sábado de Carnaval em Jaguarão

Os foliões de mil faces
Uma odalisca na multidão
A 27 de Janeiro é do povo no melhor carnaval da Zona sul

CLIQUE AQUI  e veja mais fotos em nosso álbum no Facebook

Carnaval 2012. Escolas desfilam neste domingo em Jaguarão

Blocos e Trios fizeram a Festa com quantidade de público recorde.

Programação de hoje:

20:00h Conjunto Boêmios do Amor

21:00h Palestina

23:00h Aguenta Se Puder

01:00h Estrela D’Álva

Entre e após os desfiles das Escolas, a passagem dos Trios que são um grande sucesso , principalmente os que tem música ao vivo, garante a animação dos foliões até as 4 e meia da manhã.

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Carnaval 2012 Jaguarão - Destaques da Sexta

A Viúva do Wando- Foto Bruxinha Salah

A Fera e a Domadora - Foto Bruxinha Salah 

Desfile de Blocos é atração deste sábado


Bloco do Janjão é o último a desfilar hoje.


21:00h  Aimba

22:20h  Bixo Papão

23:40h  Eles Elas Você Decide

01:00h  Prata da Casa

02:00h  Bloco do Janjão

Entre e após os desfiles dos Blocos, a passagem dos Trios garante a animação dos foliões até as 4 e meia da manhã.


sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

A realidade de Quixote

Fernando Petry como don Quijote na Peça encenada com o Grupo Alas de Cervantes

Que sabem os que o vêem tão somente como um louco?
De aventuras, quase nada; da história, muito pouco
Do mundo só conhecem o cinzento cotidiano...

Que sabem os que se riem da sua ingênua insensatez?
Se envelhecem em seus leitos, invejando-lhe a altivez
E morrem sem viverem (que é o destino mais insano!)

Acaso há melhor sina do que ser nobre entre os nobres
Humilde entre os humildes,  benfeitor dos pobres?
A quem jamais faltaste, destemido paladino...

D. Quijote de La Mancha, que em sua heróica epopéia
Ofertou todas as glórias à sua amada Dulcinéia
Sem buscar maior riqueza que o seu elmo de Mambrino.



                               Martim César Gonçalves

El País cultural: A pele dura de Almodóvar


Álvaro Buela

LUEGO DEL ACCIDENTE automovilístico que costó la vida de su esposa, el doctor Robert Ledgard (Antonio Banderas) está empeñado en la creación de una nueva piel sintética en su laboratorio high-tech. Lo está logrando con un cobayo humano de nombre Vera (Elena Anaya), a quien tiene prisionera en su mansión bajo la atenta custodia del ama de llaves (Marisa Paredes) y del control de cámaras de vigilancia. Ledgard ha hecho con Vera una réplica exacta de su esposa muerta, despojándola de su personalidad y aspecto originales.

La identidad remota de Vera se revelará cerca del final, una vez que también se develen otros traumas enterrados en el pasado de Ledgard: el secreto que guarda el personaje de Paredes, la existencia de una hija que se ha suicidado luego de una violación y, sobre todo, el vínculo entre el violador y Vera.

A primera vista, poco hay en La piel que habito (2011) de los manierismos que hicieron de Pedro Almodóvar una celebridad global. En efecto, la gélida textura de la imagen, que se mimetiza con la asepsia del laboratorio de Ledgard, la casi total ausencia de humor, el anclaje en un género más o menos específico (el horror científico) y el tono hierático de las actuaciones se desmarcan de la vitalidad tragicómica y sensual que irradiaba el sector más celebrado de su filmografía.

Ello contribuyó al rechazo de todo espectador que esperara encontrarse con los viejos tópicos con que Almodóvar redefinió la representación de la mujer, la pasión y la hispanidad cinematográficas. En su lugar, dominando con maestría la cámara, el espacio y el tiempo, el cineasta da un salto conceptual de alto riesgo y entrega un artefacto de extraordinaria complejidad que ofrece un permanente juego de polarizaciones entre el qué y el cómo.

MELODRAMA HELADO. Sin embargo, por debajo de esa piel (la del film y la de Vera) al mismo tiempo helada y ardiente, líquida y concreta, controlada y feroz, discurren temáticas y signos propios del cine almodovariano, sólo que acá asumen un aspecto sublimado cercano a la abstracción.




quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Mestre Vado, uma vida para a música


Este vídeo abrirá a Noite da Seresta e as Festas de Momo em Jaguarão,  hoje à noite no Mercado. 
É o Mestre Vado sempre presente em todos os Carnavais! 

Hoje tem Noite da Seresta no Mercado Municipal


E está chegando a hora do Carnaval 2012 de Jaguarão. Para o pessoal já ir entrando no ritmo para essa grande festa acontece nesta quarta-feira (15), a partir das 21h, no Mercado Público, mais uma edição da Noite da Seresta, um momento de relembrar os antigos carnavais e sambas de velha guarda.

De acordo com a Secretaria de Cultura e Turismo na programação da noite está confirmada a apresentação de um vídeo, produzido pela Confraria dos Poetas de Jaguarão, dedicado ao homenageado deste carnaval, Mestre Vado. Além disso, é claro, tem muito samba, com os shows do Conjunto jaguarense Época de Ouro e de Solon Silva e banda.


Noite da Seresta abre com Vídeo sobre o Mestre Vado

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Poema



O dia já respirava com dificuldade
O homem caminhava sem saber porquê
Não encontra razões
Não projecta sentidos
Não busca causas
Não sonha sequer pulmões
Ou coração novos
O que ficou para trás não passa de nada
E o que o espera nada é

Paulo José Miranda

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Inscrições para o curso de Especialização em Culturas, Cidades e Fronteiras na Unipampa em Jaguarão.



Até o dia 27 de fevereiro estarão abertas as inscrições para o curso de pós graduação lato sensu em Culturas, Cidades e Fronteiras, dirigido a profissionais egressos em todas as áreas do conhecimento. Trata-se de uma atualização em Ciências Humanas explica o Coordenador Prof. Ms. Alan Melo.  “O objetivo é a discussão de temas que abrangem  a cultura em suas diversas matizes e ainda outras categorias atuais com foco em cidades e fronteiras, tendo em vista a dinâmica social estabelecida entre os fluxos existentes entre o Brasil e o Uruguay”.  

As aulas deverão começar no primeiro semestre de 2012, com aulas de segunda-feira a quinta-feira à noite, os componentes ofertados como obrigatórios: metodologia da pesquisa e culturas e políticas públicas e as optativas: sociologia e estudos culturais, culturas e fronteiras na literatura latino-americana e ainda  rurbano e cultura brasileira. “Este componente curricular ao tratar do rurbano, de quem vive no campo, vai abordar o caráter rural envolvendo relações entre cidade, campo e turismo” explica Melo.  A indicação é para que os selecionados façam ao menos duas optativas.

Para maiores Informações sobre a seleção  CLIQUE AQUI

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Meio ambiente e saúde: fronteira a perigo

Zona de alto risco sanitário a poucos metros do Free Shop
Em fins de janeiro deste ano, a Zona Comercial de Rio Branco, cidade fronteiriça com Jaguarão no RS, foi declarada de alto risco sanitário por casos de leptospirose que acabaram vitimando vários operários que trabalhavam numa obra encravada a poucos metros dos Free-Shoppings. Um dos operários não resistiu à doença e veio a falecer.

Segundo informações do Jornal El País, por ordem das autoridades sanitárias do Uruguay, o Município de Rio Branco fará um desmatamento e limpeza profunda na zona que está abaixo da Ponte Mauá.

O alerta que se faz às autoridades uruguaias responsáveis pela saúde pública é de que há outros perigos além da leptospirose. O armazenamento inadequado de pneus, conforme pode ser visto nas fotos que ilustram esta matéria, é uma forte ameaça de proliferação do Aedes Aegypti, risco aumentado devido à época de intenso calor e umidade.

La única forma de garantizar que esta enfermedad no se produzca en el Uruguay, es eliminando la presencia del mosquito transmisor: el Aedes aegypti.

Para esto, se deben anular los lugares donde los mosquitos ponen sus huevos y se reproducen: los recipientes donde se acumula agua, envases, cubiertas (pneus), baldes, floreros, tanques de agua, bebederos de animales. Todos estos recipientes deben ser vaciados, tapados o rellenados con arena, para evitar que las larvas se desarrollen en mosquitos adultos.

Acúmulo de pneus a céu aberto é foco de dengue
O preço vantajoso é responsável pela grande comercialização de pneus em Free Shoppings de Rio Branco e o descarte dos produtos usados torna-se um problema ao meio ambiente. Fomos informados que a poucos quilômetros da cidade uruguaia, há mais locais com depósito de pneus a céu aberto, o que aumenta o risco nesta época de intenso calor e umidade. Urge um programa de reciclagem e reaproveitamento. A recapagem e a utilização em asfalto tem sido um caminho. 


Nota-se que o desenvolvimento inegável trazido pela implantação dos freeshopps, ironicamente, não tem se refletido em melhorias urbanas na Zona Comercial onde estão instalados.

Recentemente, a playa El Remanso, em Rio Branco, também foi interditada devido aos altos índices de contaminação por coliformes fecais. Desta vez o problema é originado do lado brasileiro. O sistema de esgotos de Jaguarão não recebe tratamento, sendo jogado diretamente no rio, conforme declarações das autoridades sanitárias da Intendência de Cerro Largo. Com relação a este problema, a Corsan anunciará ainda em fevereiro, licitação para construção da elevatória e retomada da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Jaguarão.

O Blog publicou há poucos dias,  artigo de Sérgio Christino abordando a questão da moradia. Aponta reflexões do filósofo Heidegger que nos diz: “ a forma como você é e eu sou, a maneira como nós humanos somos nesta terra, é ... o habitar. Ser humano significa estar na terra como um mortal, significa habitar.” Assim,habitar é ser humano e é, da mesma maneira, pensar, já que o pensamento é próprio da condição humana. E argumenta que somente pelas formas de construir chegamos ao habitar – a ser e pensar.

Construir uma fronteira baseada no respeito ao meio ambiente e no desenvolvimento sustentável. Este o nosso desafio.

Na área de risco. Residencia com acúmulo de lixo atrai roedores.
Seria necessário um local adequado para a coleta de material reciclável.