quarta-feira, 31 de outubro de 2012

12 sites de livros grátis que você deve conhecer


Do site http://canaldoensino.com.br , Guia Gratuito de Educação: 

Esta é uma lista de sites de livros online grátis em português.

Procuramos listar apenas aqueles que apontam para livros em domínico público, cujos direitos autorais não estejam mais vigentes. Um ou outro site de livros pode ter parado de funcionar ao longo do tempo também. Espero que ao fazer o download de livros que queira ler, ou que precise, tenha muita diversão. Lista ideal para viciados em livros.

Domínio Público  – Do Governo Federal, dispõe de obras que entraram em domínio público, ou seja, que foram cedidas por seus autores ou cujos autores morreram há mais de 70 anos. É o preferido de quem quer baixar livros.

Cultura Brasil - Site que distribui livros online, nem todos em domínio público.

Troca de livros – Para quem prefere livros físicos, que possa tocar e que não precise imprimir ou ler na tela, essa é a opção. Não testei os serviços, no entanto.

Gutenberg – Hospeda livros de domínio público em diversas línguas, inclusive português.

CultVox - Além de vender, oferece livros em uma seção gratuita. Porém, para fazer download, é preciso se cadastrar.

Biblioteca Nacional – Em sua seção Biblioteca Nacional Digital, a instituição oferece quase 5 mil itens entre livros, mapas, atlas, partituras e documentos históricos.

Google Pesquisa de livros – Você pode encontrar diversos livros em versão integral para serem pesquisados online. Se o livro que você procura não estiver disponível na íntegra, você tem a opção de comprá-lo.

Biblioteca Virtual – Mais uma opção para quem quer livros que estejam em domínio público em língua portuguesa.

BibVirt – Existe desde 1997. Além de ter livros de domínio público, oferece arquivos de som – históricos ou não -, vídeos e outros documentos.

eBookCult – Ênfase na área de educação, mas você pode encontrar coisas como as obras de H.P. Lovecraft.

Virtual Books – Livros grátis em seis línguas diferentes. Também há entrevistas e resumo de jornais.

Pribi – Site pessoal. Possui um bom acervo de livros eletrônicos para serem baixados.



terça-feira, 30 de outubro de 2012

A Confraria no Sarau do LALLI


No próximo dia 06  de novembro, das 18 as 19 horas, o Laboratório de Literatura e Outras Linguagens (LALLi) do Campus Jaguarão da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA) promove o Sarau com a Confraria dos Poetas de Jaguarão no auditório da Universidade.

O evento é aberto à toda a comunidade com a participação de alguns "Confrades"  e dos próprios alunos lendo poemas publicados no Blog. Confirmam presença os poetas Dario Garcia, Jorge Passos, Martim César Gonçalves e Analva Passos com a palhinha musical, já tradição nos Saraus do LALLI, do músico e compositor Alessandro Gonçalves.

A seguir disponibilizamos os links de alguns poemas sugeridos para a leitura e que são de autoria dos membros fundadores, os Veneráveis da Confra.   Se a preferencia for por uma garimpagem mais ampla, pesquisem em  poesia. 


Xeque            Dom Pixote de La Mancha                Mar Enclausurado 

Aprender a Aprender       Paixão            Psicanálise        Dois Anos de Confraria

Tic Tac       As Cores que não nego mais       Alexandria       Linguística aplicada

A dos viejos amigos        Os Camelôs da poesia         As Novas Prioridades

 Avis Rara        Aos Poetas e Loucos de cara     Sancho e a beatitude do instante

 Never More                       La Danza de Shiva

O Sonho         Elegia a Sancho Pança             Lixão       

   Parábola do amor em variação I


Aqui,  um poema em aberto esperando sua participação. Atreva-se !  Poema Sem Fim 

Vamos todos celebrar  em  torno da poesia e da música!       



segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Coral Jorge Pagliani - Eu preciso de você - Tom Jobim


Apresentação do Coral Municipal Jorge Pagliani no Encontro Internacional de Corais realizado em Jaguarão no dia 27/10/2012 no Clube 24 de Agosto. Regencia do Maestro Juan Pablo Schellemberg.


domingo, 28 de outubro de 2012

Maximiano e o dom da Pintura

Maximiano da Rosa Ferreira, 29 anos e a arte como expressão dos sentimentos 
Maximiano Rosa Ferreira dedica-se à pintura desde os 13 anos. Nunca fez nenhum Curso ou frequentou Escola de Arte. "Faço minhas pinturas expressando um dom" diz Maximiano. Sua inspiração vem de seu pai, Maximiano Silveira Ferreira que era corredor de motocross,  a quem considera alguém que foi dotado de criatividade e arte. Além do agradecimento à sua mãe, Maria Inez, falou de sua gratidão ao  arteterapeuta Gilberto Izquierdo pelo estímulo e apoio , não só no aspecto técnico, pessoal,   mas também na organização e divulgação do seu trabalho. 

A Exposição das obras de Maximiano continua até o dia 31 de outubro no hall do Banrisul.



Além da família, Maximiano agradeceu apoio da Secretaria de Saúde e do CAPS






sábado, 27 de outubro de 2012

Princesa





Duzentos motivos
Fazem-me vivo para não esquecê-la
Tua beleza é mais do que estética
Tuas esquinas poéticas
Não param de me tocar
Instigam a minha escrita
Provocam o amor que me habita
Pela vida que não cansa de me surpreender
Princesa
O teu interior respira a pureza
O relevo mostra teus altos e baixos
Os rios e as cachoeiras
Fazem-te perfeita
E me inspiram a viver para tentar descrevê-la
Ao menos tê-la
Sob o foco das minhas pupilas dilatadas.

Daniel Moreira

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Encontro de Corais no Clube 24 de Agosto neste sábado

Coral Municipal Jorge Pagliani no concerto Música pela Música - Foto arquivo

Neste sábado, 27 de outubro, no Clube 24 de agosto, a partir das 20h, ENCONTRO DE CORAIS. Com a participação de dois Corais de Montevidéu, um de Melo e o Coral Municipal Jorge Pagliani com a regência do Maestro Juan Pablo Schllemberg. Também haverá apresentação da Orquestra Municipal.

Entrada Franca – Prestigie! Será um lindo espetáculo! 


Poesia no Bar chega a Rio grande

Vídeo Rodrigo Elste - Imagens do Poesia no Bar Especial - 16/06/2011 - Pelotas

Dia 28 de outubro, a literatura tomará conta da noite rio-grandina: o bar e restaurante Monaghan’s recebe a 13ª edição do Poesia no Bar.

Nascido em Pelotas em agosto de 2010 com o intuito de levar um pouco de literatura aos bares da cidade através da distribuição de marca-páginas com poemas de novos poetas da região, o Núcleo Poesia no Bar vem se expandindo em eventos pela região sul e chega, pela primeira vez, em Rio Grande.

O Poesia no Bar teve doze edições, mas só a partir da sexta, em Junho de 2011, passou a contar também com edições especiais com recital dos poetas participantes do projeto, além da tradicional distribuição dos poemas em marca-páginas.

O projeto esteve inserido em várias manifestações artístico-culturais como evento oficial. Foram eles: Cult Bazar, Cult festival, 2° Festival Manuel Padeiro de Cinema e Animação, 10° Aniversário da Rádio Com 104,5 FM, 3ª Feira Binacional do Livro de Jaguarão/RS, Semana do Audiovisual de Jaguarão/RS – SEDA 2012 e por último esteve presente dia 10 de Outubro de 2012 no 11° Aniversário da Rádio Com 104,5 no Sarau do Radiola Literária.

Entre os poetas, músicos e artistas gráficos que participarão da edição rio-grandina do evento, são nomes confirmados: [de Rio Grande] Alisson Affonso, Andréia Pires, Adriana Dias Bueno, Everton Cosme, Giliard Barbosa, Jairo Lopes, Ju Blasina, Nich Lucena, Paulo Olmedo, Rody Cáceres e Volmar Camargo Jr. [de Pelotas] Álvaro Barcelos, Daniel Moreira, Ediane Oliveira, Jorge Braga, Vinícius Kusma e Valder Valeirão.

Além da distribuição de marcadores com poemas e ilustrações, do sarau poético e da apresentação musical, a 13ª edição terá ainda o lançamento do livro “O BALCÃO DASARTES IMPURAS” (editora Multifoco, RJ) – o livro traz trinta e cinco poemas publicados no blog que dá nome ao título, produzidos ao longo de treze meses, quatro cidades e dois estados da vida do poeta gaúcho Volmar Camargo Junior.

Com entrada franca, o evento é aberto ao público. Após a participação dos poetas convidados, o sarau se torna livre para declamação de poemas próprios por parte de quem lá estiver presente – todos estão convidados a prestigiar e participar do Poesia no Bar!

SERVIÇO
13º Poesia no Bar
28 de outubro de 2012
Domingo, às 19h30min
no Monaghan’s Cassino
(Av. Rio Grande, 288, Cassino – Rio Grande)

Organização: Núcleo Poesia no Bar
Apoio Cultural: Coletivo Fita Amarela
Patrocínio: Monaghan’s Bar e Restaurante

Sarau BPP destaca autora pelotense


Referência nacional na literatura do universo negro e pouco divulgada em sua cidade, a escritora pelotense MARIA HELENA VARGAS DA SILVEIRA ( 1940 -2009) é a autora em destaque na XXVI edição do Sarau Poético-Musical da Bibliotheca Pública Pelotense (BPP) , na próxima terça (30). A denúncia do preconceito racial tem posição central na obra da autora, que se destacou também como educadora e ativista voltada à valorização da cultura negra. Os 12 titulos publicados entre 1987 e 2008 contemplam, além da obra poética , romances , contos e crônicas.

Confira programação e convidados:
  
O QUE - XXVI edição  do Projeto  Sarau Poético-Musical BPP.
QUANDO E ONDE: 30 de outubro  de 2012, no salão térreo da BPP. Entrada franca. Inicio às 19:30 horas.

AUTOR EM DESTAQUE
Maria Helena Vargas da Silveira
(1940-2009)

CONVERSA SOBRE AUTOR EM DESTAQUE
Carlos Cogoy

MÚSICA AO VIVO
Fernanda Martins

POETAS-AUTORES CONVIDADOS
Anderson Ferreira
Ariel Salvador Rojas Fagúndez
Rafaelle Ross
Sérgio Danilo Madeira
  
Parceiros Institucionais
Confraria dos Poetas de Jaguarão
Curso de Relações Internacionais / UFPel
Faculdade de Educação / UFPel
Centro de Letras e Comunicação/ UFPel
Instituto Estadual de Educação Assis Brasil
RádioCOM.104.5FM

Realização
Bibliotheca Pública Pelotense

Coordenação Projeto Sarau Poético BPP
Daniela Pires de Castro
Getulio Matos
Mara Agripina Ferreira
Pedro Moacyr Perez da Silveira


quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Por que não se "tomba" o Mackinley Rosa?

Palco de grandes espetáculos, o Mackinley Rosa
em imagem do curta Gaúchos Canarinhos, com Aldyr Schlee e José Orcelli

Acerca da matéria que postei em meu blog “Duas equipes jaguarenses no Gauchão?”, em 04/10/12, escreve-me um leitor anônimo, a quem solicito para que se identifique: “Eu não entendo como Jaguarão com um estádio como o Mackinley Rosa e com um passado bonito no futebol amador da região e no estado deixou o futebol de campo morrer por completo. Hoje não se tem um campeonato varzeano forte com equipes tradicionais como Andradas, Florestal, Pindorama, Imperial, Mauá, Vila Kennedy e outros. Entendo que a fase áurea do futebol de salão do Navegantes contribuiu para o fim de participações estaduais do Cruzeiro, mas o fundo do poço que chegamos ao nosso futebol nunca pensei que aconteceria.”

Inclusive já ouvi falar que a Associação Cruzeiro Jaguarense estaria loteando o seu estádio a fim de pagar dívidas acumuladas, mesmo depois de se desfazer da sua área de piscinas, lá pelos lados da “rua do cordão”. Custo a acreditar que ali perto da antiga Estação da Viação Férrea, permanece abandonado um patrimônio que foi erguido com o grande esforço dos associados do Esporte Clube Cruzeiro do Sul que o nosso Clube Jaguarense recebeu de mão beijada através de uma fusão infeliz. Perguntar não ofende: porque não se recupera aquela área como Estádio Municipal?

Meu amigo José Nunes Orcelli tem desfraldado a ideia de formar uma seleção de futebol com jogadores que se tem destacado no campeonato varzeano local para disputar um dos certames estaduais da Federação Gaúcha, o que me faz lembrar o Jaguarão Esporte Clube, quando entrava em campo nas partidas do Estadual de Amadores com aquelas camisas brancas com letras vermelhas estampadas no peito – JAGUARÃO – que muito me enchia de orgulho, apesar de cruzeirista declarado. A nossa comunidade precisa se unir em torno dessa bandeira, deixando de lado antigas preferências clubísticas para retomar o seu lugar no cenário esportivo do Estado. Creio que basta vontade política para instalação de uma sede desportiva já existente - Estádio Municipal Mackinley Rosa.

Fui testemunha de como foi construído o antigo Estádio Minervina Corrêa, tijolo a tijolo, com o labor voluntário de atletas e torcedores que se juntavam nos fins de tarde e à noite, sacrificando preciosas horas de descanso para cercarem a sua área de competições. E o que hoje resta da praça de desportes do Jaguarão Esporte Clube, o primeiro a ter seu patrimônio dilapidado com esses malfadados “casamentos”? Um esplêndido pavilhão social dando vistas para um minguado campo de “futebol sete” destinado a práticas recreativas, afora a ampliação da sede das piscinas da Sociedade Harmonia Jaguarão. Mais trágico ainda o desfecho da união entre Clube Caixeiral e Navegantes Futebol Clube por demais sabido de qualquer jaguarense que se preze.

Sou do tempo em que os atletas do meu saudoso Esporte Clube Cruzeiro do Sul tinha o seu campo no terreno em que atualmente se encontra estabelecido o Asilo de Meninas “Felisbina Leivas” e sua sede social, também utilizada como residência para os jogadores mais necessitados, funcionava no prédio que era da extinta Sociedade Italiana. Naqueles idos, nem Jaguarão nem Navegantes possuíam os seus campos próprios e mandavam seus jogos ali no “arrabalde” do IPA, onde hoje se situa a Praça Comendador Azevedo. Pois daquela sede na Rua 15 de Novembro, próxima dali, os atletas marchavam uniformizados em direção à antiga praça de desportes do Harmonia. Tradições como essa precisam ser preservadas na memória esportiva da cidade, tão evidente no símbolo que hoje representa o velho Estádio Mackinley Rosa como baluarte da alma cruzeirista.

José Alberto de Souza

Texto publicado na Coluna Gente Fronteiriça do Jornal Fronteira Meridional do dia 17/10/2012




quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Nesta quinta-feira Cineclube Jaguarão apresenta "Proibido Proibir"




O Cineclube Jaguarão apresenta nesta quinta-feira (25) o filme Proibido Proibir, direção de Jorge Duran. A sessão inicia às 20h, no Círculo Operário e tem entrada gratuita.

Sinopse: Paulo e Letícia estão apaixonados, ela é a namorada de Leon, melhor amigo de Paulo. Os três são universitários. Mesmo assim, eles não podem escapar da violência que domina o Brasil. Leon é gravemente ferido quando tenta salvar a vida de um menino que testemunhou um assassinato cometido por policiais. Ajudado por Letícia, Paulo, estudante de medicina, o opera em casa e lhe salva a vida. A dolorosa experiência aprofunda os laços de amizade do trio e une finalmente Paulo e Letícia, amor até o momento nunca realizado.

Acadêmicos de Pós- Graduação da Unipampa visitam o "Axé Raízes"



No último dia 23 de outubro de 2012 os acadêmicos do curso de Pós-Graduação Especialização  em Culturas, Cidades e Fronteiras da Unipampa estiveram conhecendo o Ponto de Cultura “Axé Raízes”  em Arroio Grande.  A atividade integrou a disciplina de “Culturas e Políticas Públicas” ministrada pelo professor Alan Melo. 

Na ocasião, foi apresentado pelos integrantes do Projeto, o trabalho realizado que envolve diversas oficinas de base artística e cultural com enfase na preservação da memória do Clube Negro Guarani.  O projeto do Ponto de Cultura "Axé Raizes" está no seu segundo ano, com recursos do Ministério da Cultura e contrapartida do Município. 

Conforme conceitua Célio Turino, um dos idealizadores do Projeto quando esteve no Ministério da Cultura, “os Pontos de Cultura possuem como princípios: generosidade intelectual, trabalho colaborativo, mutabilidade, criação comum sustentada na autonomia e no protagonismo social articulado em rede e interfere no desenvolvimento da esfera das mentalidades, comportamentos, valores e na economia de forma solidária e ainda  fortalece as identidades,  com a perspectiva da alteridade, ou seja, de se reconhecer também no outro”. E acrescenta “O Ponto de Cultura não parte da carência dos lugares e sim da potência, pois um Ponto de Cultura não se cria, mas sim potencializa e quando em  andamento  funciona também como atrator para iniciativas”. 

Na ocasião da visita do grupo foi possível observar trabalhos com grafitti, oficina de capoeira, artesanato, memória social, religiosidade e patrimônio cultural contribuindo para a compreensão da importância da cidadania cultural como forma ainda no dizer de Turino, de “dar voz a um Brasil silenciado”.



Prof. Alan Dutra de Melo
Unipampa - Jaguarão

Conversa sobre Bascos na Bibliotheca Pública Pelotense



Juntamente com a Casa Basca do RS , Fundação Basques 2.0 e demais parceiros e apoiadores, a Bibliotheca Pública Pelotense (BPP) convida para o evento BASCOS NO BRASIL - MEMÓRIA E IDENTIDADE , no próximo dia 26 de outubro. Evento com entrada franca e início às 19:30 horas, no salão térreo da Bibliotheca.

PROGRAMAÇÃO E CONVIDADOS

O QUE - Mesa com exposição sobre  o tema-título , a cargo de representantes de representantes da Casa Basca e da Fundação Basques 2.0

QUEM - Ana  Luiza Panyagua Etchalus , diretora da Casa Basca do RS - e Konrado Mugertza , diretor da Fundação Basques 2.0 , de Bilbao ( Espanha)

QUANDO E ONDE - 26 de outubro , 19:30 horas , no salão térreo da Bibliotheca Publica Pelotense ( Praça Cel Pedro Osório, 103). Entrada franca.

PROMOÇÃO
Casa Basca do RS e Fundação Basques 2.0

APOIO INSTITUCIONAL
Bibliotheca Pública Pelotense
Instituto Histórico e Geográfico de Pelotas - IHGPel
Museu da Colônia Francesa

COLABORAÇÃO
Livraria Mundial
Vineria Gran Jose

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Autódromo Binacional é tema de reunião em Rio Branco



Convocada por el Consulado del Uruguay en Yaguarón, se llevó a cabo el dia 12 de octubre,  en la Alcaldía Municipal de Río Branco, una reunión con el fin de tratar el proyecto de la creación de un Autódromo Binacional. 

Participaron de la convocatoria realizada por el Consulado Uruguayo en Yaguarón: el Señor Alcalde Municipal de Río Branco, Don Robert T. Pereyra, el Prefeito Municipal de Jaguarão , Prof. Cláudio Martins, Aroldo Enslin,  Presidente de SAMAN y Gerente de Transportes Río Branco, el Cr. Enrique Gamio representando a los Free Shop de Río Branco, el Presidente de la Federación Uruguaya de Automovilismo Deportivo,  Dr. José Botta Roccatagliata, deportistas del volante de Río Branco, el Jefe de Policía de Río Branco Sub Comisario Gerardo Olivera, autoridades de transporte y seguridad de la Alcaldía de Río Branco, prensa y el Cónsul de Uruguay. 

Con motivo del acta de hermandad entre las ciudades de Yaguarón y Río Branco, el cual expresa la voluntad integracionista de ambas, el buen relacionamiento e inquebrantable deseo de sus munícipes de profundizar el camino de la integración, es que surgen emprendimientos como la Facultad Binacional de Enfermería, que hoy pasa a ser el cimiente de esta nueva etapa de dos jóvenes dirigentes que están imprimiendo e surfeando inteligentemente en la ola de la integración. Ese incesante camino continua su curso con este nuevo emprendimiento. 





segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Voando ou com os pés no chão?

Fotografia Araquém Alcântara

A alma é livre, mas as coisas do mundo nos fazem colocar alguns pesinhos nos pés, manter o equilíbrio e não voar tão alto... Afinal de contas, o ser humano não foi feito para voar. Sempre que vou aos céus lembro disso, e procuro descer rapidinho. Já foram tantos tombos, de lugares tão altos, que prefiro não mais me arriscar.

Será? Ah...o ser humano é contraditório também. Por isso, dia desses coloquei minhas asas coloridas e sobrevoei meus vários jardins. Um novo, florescendo. Flores delicadas, machucadas pelo temporal. Ali pousei lentamente, e na hora de ir embora, fui embora como brisa, batendo as asas com cuidado. Ainda circulei pelas flores coloridas, alegres, amigas.

Logo adiante, um vendaval me atingiu e meio tonta, fechei as asas, tentei colocar meus pés no chão, mas mesmo assim o vento me arrastou ao passado com toda fúria. “Voltamos, por que na verdade, de lá nunca saímos”, soprou ao me trazer de volta.

Fiquei meio que ao meio. Mesmo sabendo dos riscos e prazeres de voar, sempre me surpreendo com todas as sensações que me proporciona. Ao bater as asas espalho meu pólen, e carrego comigo o aroma e a essência de todas as flores.

Quando volto, é necessário esse doloroso processo de mutação. Entrar para o casulo, transformar as asas em pés, e pisar novamente o chão.~

Maria Fernanda Passos

Texto publicado na coluna Gente Fronteiriça do Jornal Fronteira Meridional do dia 10/10/2012

sábado, 20 de outubro de 2012

Poetas

Añoranzas - A. Urueña

SOBRE POETAS HOMENS

Costumam ser solitários,
Mergulham nos pensamentos,
Sofrem as dores do mundo.
Fecham-se em concha,
Abrem-se tímidos por um segundo,
Pronunciam palavras como beijos
Gelados inebriando a quem lê.
Seus dedos acariciam as palavras
Qual tocam o corpo amado.
Leem os mesmos poetas,
Usam do mesmo léxico,
Sentem as mesmas dores!
Puro encantamento e sofrimento
Em completo isolamento!!!!

SOBRE POETAS MULHERES

Costumam ser solidárias,
Mergulham em seus sentimentos.
Elas parem as dores do mundo,
Abrem-se felizes como fêmeas.
São encantadas, acariciadas,
Inebriadas por palavras efêmeras.
Querem cantar, dançar, falar, escutar!
Sofrem com o silêncio
E desprezo de seus poetas.
Longe ou perto,
Caladas ou histéricas,
Fortes na sua fraqueza
Reduzidas a quase pó,
Carregam energias de
Todas as Deusas!
Manipulam palavras
Em folha de papel.
Ávidas por respostas, amor
Que talvez nunca tenham!
Na troca de pensamentos
Seguem elas seu caminho...
Porque são poetas
Que amam poetas!!!



Analva Passos

Show de Joca Martins em Jaguarão homenageia Dia do Comerciário


O dia 20 de outubro será especial para os trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo de Jaguarão. Em celebração ao Dia do Comerciário, instituído em 30 de outubro de 1932, o Sistema Fecomércio-RS/Sesc promove no Largo Bandeira, a partir das 20h, show com o músico nativista Joca Martins. O evento é gratuito e aberto ao público em geral. Os comerciários e dependentes com Cartão Sesc/ Senac participarão de sorteios.

Além do município, todas as regiões do Estado também vão receber ações de esporte, lazer, cultura e saúde dedicadas aos mais de 1,4 milhão de trabalhadores do setor terciário gaúcho e seus familiares. Mais informações podem ser obtidas junto ao Balcão Sesc/ Senac Jaguarão (Rua XV de Novembro, 211) ou  pelo telefone  (53) 3261 2941.


Serviço:
Dia do Comerciário 
Data: 20/10
Horário: 20h
Local: Largo das Bandeiras

Fonte:https://www.sesc-rs.com.br

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Maximiano Rosa Ferreira - Expressão de um artista


Recebemos convite para a Exposição de arte que terá sua Vernissage no dia 25 de outubro de 2012, as 19 h, no Clube Harmonia, com obras do artista Maximiano Rosa Ferreira.

Após a Vernissage no Harmonia, a Exposição se transladará para o hall do Banrisul, onde estará aberta à visitação do público no período de 25 a 31 de outubro de 2012, no horário das 11 as 16.

A Curadoria da Exposição é do artista Gilberto Isquierdo.

Realizado pelo CAPS Jaguarão,  a Mostra tem o apoio da PMJ - Secretaria de Saúde, Clube Harmonia e  Banrisul . 

4º EXPOCANTO de Arroio Grande tem inicio hoje


A quarta edição do Expocanto acontece na cidade de Arroio Grande nos dias 19, 20 e 21 de Outubro. O evento, já tradicional na região, ocorrerá no Parque de Exposições Guilhermino Dutra, durante a realização da 74ª EXPOFEIRA.

No dia 19 apresentam-se as composições participantes da FASE LOCAL, total de 10 obras, e no dia 20 as 12 composições da fase geral.

Ao final da segunda noite, no sábado, serão divulgadas as 12 classificadas (de no mínimo 2 obras oriundas da fase local e até 10 obras da fase geral) que farão parte do CD oficial do Festival. Estas 12 músicas serão reapresentadas na terceira noite, dia 21, ao final da qual serão divulgadas as vencedoras e demais premiadas do 4º EXPOCANTO.

De Jaguarão, Martim César Gonçalves e Alessandro Gonçalves concorrem com a música Costeando um Rio de Fronteira e Rodrigo Jacques com El Alunado. 

Uma das atrações deste ano é o show de Kleiton e Kledir que ocorre no domingo (21), após a apresentação das 12 classificadas.



                                                    CONCORRENTES  FASE ESTADUAL
1) Cuidando o Campo
Letra : Adriano Alves
Música: Vitor Amorin

2)Margeando a sina
Letra: Diego Muller
Música: Robledo Martins

3) Quando a terra só tem o céu por limite
Letra: Miguel Borba
Música: Tony Marques

4) Manotaço
Letra: Marcio Nunes Correa
Música: Joca Martins

5) El Alunado
Letra e música: Rodrigo Jacques

6) De Cerve Puro
Letra: Hique Barbosa e Daniel Leff
Música: Gabriel Selvage

7) Reticências
Letra: Jaime Brum Carlos
Música: Adão Quevedo

8)Vida Adiante
Letra: Leonardo Borges
Música: Alex Har Oliveira

9) Dom chamamecero
Letra: Wilson Vargas
Música: Eduardo Lopes

10) Palmeando
Letra:Marcelo Paz Carvalho e Jose Renato Daudt
Música: Rainéri Spohr

11) Um Zaino Negro
Letra: Adriano Silva Alves
Música: Vitor Amorin

12) Costeando um Rio de Fronteira
Letra: Martim César Gonçalves
Música: Alessandro Gonçalves          


quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Oficina - Vídeo exquisito: influências da escrita surrealista


Oficina que marca a volta do projeto depois da greve. Será realizada dia 20/10 e será um exercício de criação em vídeo, utilizando como metodologia a das criações literárias surrealistas.

As inscrições podem ser realizadas pelo e-mail somimagemunipampa@gmail.com , mandando nome e curso (no caso de aluno da Unipampa), instituição de ensino (quando alunos de escolas) ou só nome em caso de membros da comunidade.

Quem ministra a oficina é o Prof. Me. Cláudio Tarouco de Azevedo, formado em Artes Visuais na Furg, com mestrado em Educação Ambiental e doutorado em andamento na mesma área, onde trabalha com vídeo. É atualmente professor substituto na Furg, dando cadeiras no Curso de Artes Visuais, relacionadas a cinema.  É fotógrafo premiado em salões,  e dirigiu curtas, documentários, vídeo-arte e trabalhou por muito tempo na FURG TV.

O Projeto Audiovisual possui um blog, passem lá pra conferir um pouco do trabalho já feito: http://somimagemunipampa.blogspot.com.br/