quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Caminhos de Si em Concórdia

Embaixada Cervantina pelos Campos de Santa Catarina 


Sábado, dia 31 de agosto, foi um dia realmente especial e não somente por ser a data em que o Temporal de Santa Rosa normalmente se anuncia por aqui. Foi também o dia em que uma trupe de jaguarenses e afins saiu da fronteira com o Uruguai, cruzou por Pelotas e Porto Alegre, somando mais alguns músicos, e atravessou o Rio Grande do Sul até a cidade de Concórdia, no oeste de Santa Catarina, apropriando-se de maneira provisória da que um dia foi chamada de República Juliana, em uma invasão cultural em que até o Dom Quixote e Sancho Pança (Fernando Petry e Sandro Calvetti) faziam parte (na verdade, era mais uma das saídas Cervantinas sobre as terras de La Mancha). Primeiramente foi ministrada uma oficina de Poesia onde Manoel de Barros, Neruda, Quintana, Pessoa - e outros da mesma estirpe – estiveram presentes e, após, à noite, realizou-se um recital do Caminhos de Si, para mais de 300 pessoas, com direito a uma saída apoteótica da dupla de atores pelo meio do teatro local. Por fim, o encerramento com as apresentações das duas maiores vozes do RS (na nossa não tão modesta opinião): Maria Conceição e Marco Aurélio Vasconcellos. Foi, sem dúvida, um fecho digno dos maiores espetáculos; uma noite mágica.

Timm, Hélio, Pardal , Martim  
Através deste texto o grupo Caminhos de Si (Hélio Ramirez, Paulo Timm, Martim César, Fabrício Pardal Moura, Gil Soares e Nilton Jr.) e o que integrou os recitais da Maria Conceição e do Marco Aurélio Vasconcellos, agradecem ao grupo folclórico Parceria, irmãos Schneider e ao povo de Concórdia e das cidades vizinhas (Joaçaba, Chapecó, etc.). Obrigado também pela frase que os organizadores enviaram: “em 8 anos de eventos este foi o que mais nos impressionou”. A nós também, pela acolhida do público e pelo tratamento recebido dos organizadores dessa jornada quixotesca. 
Oficina de Poesia por Martim César
Marco Aurélio e Maria Conceição 

Martim César Gonçalves

Fotografias de Elis Vasconcellos

Publicado na Coluna Gente Fronteiriça do jornal Fronteira Meridional em 12/09/2013


Postar um comentário