segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

IPVA com desconto

Desconto no IPVA para pagamento até  02 de janeiro.
Quem não gosta de um bom desconto? 

Reproduzo informações do site do  Jornal do Comércio do RS sobre as condições para obtenção desse benefício.

Os proprietários de veículos que quiserem aproveitar o 13º salário para pagar o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2015 podem começar a fazê-lo a partir de hoje, 17 de dezembro. Além de antecipar o cumprimento de uma obrigação do ano que vem, os motoristas irão gozar de descontos que variam entre 9,7% e 27,27%, anunciou a Receita Estadual. O contribuinte que deseja consultar o total em descontos do IPVA pode obter as informações através do hotsite ipva.rs.gov.br  e do aplicativo para smartphone da Nota Fiscal Gaúcha (NFG Móvel).

Quem pagar o IPVA até o dia 2 de janeiro obterá desconto mínimo de 3% concedido pela Receita Estadual, somados ao valor da Unidade de Padrão Fiscal (UPF) de 2014, cuja atualização terá 6,7% de acréscimo. Os condutores que não tiverem recebido multa em dois anos recebem o desconto do Bom Motorista e podem ter dedução de até 15% - para quem não foi multado há um ano, o índice é de 10%.

O Desconto do Bom Cidadão, por sua vez, dará aos proprietários de veículos que acumularam 100 notas fiscais no programa NFG mais 5% de desconto, válidos para pagamentos antecipados ou não, e 2% para quem tiver acumulado até 99 notas.

A partir do primeiro dia útil de janeiro, o pagamento antecipado do imposto poderá ser feito até março com descontos no parcelamento, sendo que o proprietário do veículo precisa pagar a primeira parcela até 31 de janeiro – as duas subsequentes serão em fevereiro e março. Os descontos são de 3% para a primeira parcela, 2% para a segunda e 1% para a terceira. Proprietários que não optarem pelo pagamento antecipado terão seus vencimentos entre abril e julho, conforme a placa do veículo.


A expectativa de arrecadação com o IPVA 2015 é de R$ 2,38 bilhões, sendo que 40% do valor pago pelo contribuinte fica com o Estado e os outros 40% com o munícipio onde o veículo foi emplacado e 20% são destinados ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O governo do Estado pretende arrecadar R$ 690 milhões até 2 de janeiro.

Neste ano, apenas os motoristas que realizaram pagamento antecipado nos últimos três anos ou que adquiriram um veículo em 2014 irão receber a correspondência de cobrança do IPVA. A expectativa, diz o subsecretário da Receita Estadual Ricardo Neves Pereira, “é que 2,3 milhões de cartas deixem de ser enviadas, o que trará uma economia de R$ 7 milhões para o Estado”.

Jorge Passos

Publicado na coluna Gente Fronteiriça do Jornal Fronteira Meridional em 17/12/2014
Postar um comentário