sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Hélio Ramirez - Fortins de Jaguarão - II Feira Binacional do Livro - Jaguarão



FORTINS DE JAGUARÃO

Letra & música: Hélio Ramirez

AS ALMAS AINDA ESTÃO LÁ
ENTRE AS MANGUEIRAS DE PEDRAS
NOS BOSQUES DE CORONILHAS
NO SILÊNCIO DOS GALPÕES

HISTÓRIAS DE BENTO GONÇALVES,
APARÍCIO, ARTIGAS... CARLOS BARBOSA
SENZALAS DE AMORES FURTIVOS
SOBRE A LUZ DE LAMPIÕES

DE PEOES E CHINAS SEM NOME
SEM PASSADO... SEM MEMÓRIA
TERRA CONQUISTADA A EITO
ESPADA, BACAMARTE E CANHÃO!

ESTÂNCIA VELHA, SÃO JOÃO...
LÁ NA COSTA DA LAGOA...
SANTA ISABEL, MANGUEIRAS
TELHO, CURRAL DE PEDRAS...

FORTINS. FORTINS, FORTINS
DO MEU JAGUARÃO
SÃO ESTÂNCIAS FORTINS
DO MEU JAGUARÃO..

LÁ NA CURVA DA ESTRADA
ENTRE AS COXILHAS DO MEU PAMPA
HÁ UMA HISTÓRIA – MEMÓRIA –
BUSCANDO SER RESGATADA!
Postar um comentário