quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

POR SE A VIDA SE APOTRAR

Ao Gabriel



É lindo ser querido e decente,
ter palavra, honra e fundamento,

que o caráter de todo vivente
é sempre seu melhor documento...

Melhor do que saber patacoadas,
é saber cosas úteis e buenas,
como os melhores pastos e aguadas,
vaus e atalhos, sendas mais amenas...


Mas, às vezes, a cosa tá feia

e temos qu’ estar de olhos abertos,

se a vida se apotra e velhaqueia,

volteia até ginetes espertos...


Se acaso uma caída sofreres,

te levanta e bate a polvadera,

recorda que Deus nos dá poderes

p’ agüentar a vida cabortera...


Não hai que ter vergonha de rodar,

nem de pedir auxílio aos amigos,

feio é fugir, afloxar, se achicar,

é se acadelar ante os perigos...


Mesmo quando a cosa fica preta

e os recursos parecem escassos,

devemos ir tocando a carreta,

‘inda que a los gritos e ponchaços...


Confio que sempre irás te fiar

na grande força do teu coração,

pode que a vida te faça rodar,
mas cairás parado, rédeas na mão!



Brasília/DF, segunda 29/XI/2010

El Chango Duarte.

Postar um comentário