quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Aldyr Garcia Schlee recebe o título de Professor Emérito da UFPel



Aldyr Garcia Schlee recebe do reitor da UFPel, professor Cesar Borges, 
o diploma de Professor Emérito da Universidade Federal de Pelotas. 
À direita,  o prefeito Claudio Martins, de Jaguarão. Foto Pacheco José

Solenidade também homenageia Clayr Rochefort  com a Medalha do Mérito Universitário

Nesta quinta-feira (6), no auditório daFaculdade de Direito, Aldyr Garcia Schlee recebeu o título de Professor Emérito da Universidade Federal de Pelotas, honraria máxima conferida pela universidade aos docentes já aposentados que se destacaram no exercício da atividade acadêmica.

A Sessão Solene também teve o objetivo de outorgar a Medalha do Mérito Universitário ao jornalista Clayr Lobo Rochefort, falecido em 22 de janeiro de 2012. A homenagem, post mortem, foi recebida pela viúva, também jornalista Ira de Rochefort.

Durante a solenidade o jornalista Clayton Rocha saudou a viúva de Clayr Lobo Rochefort em homenagem a contribuição de grande valia à Universidade. Em seu discurso, Clayton Rocha contou um pouco sobre a história de vida do jornalista com quem trabalhou. “É uma honra estar aqui para homenagear duas figuras importantes na construção da história da UFPel”, disse. Ira de Rochefort agradeceu a honraria em nome da família Diário Popular.

A saudação oficial para o professor Aldyr Garcia Schlee foi feita pelo professor Pedro Moacyr Peres da Silveira. Em sua fala, o professor destacou vários aspectos da personalidade de Schlee enquanto professor. “Não estamos homenageando o autor, o desenhista, mas sim o professor. Aldyr pode ser o maior literato desta aldeia, mas hoje possivelmente o maior professor desta casa”, disse.

Aldyr Schlee agradeceu a Faculdade de Direito que acolheu e aceitou um “professor rebelde”, como se auto-intitulou. O professor destacou alguns pontos da sua trajetória na UFPel e de sua amizade com o jornalista Clayr Lobo Rochefort. “Se tem algo que me orgulha é ter conquistado a amizade e a confiança de cada aluno”, finalizou.

O reitor Cesar Borges encerrou a sessão solene declarando a importância de terminar sua gestão com uma solenidade para homenagear amigos. “Aldyr Schlee é uma brilhante aula de amizade, solidariedade e amor ao ser humano”, completou.

Aldyr Garcia Schlee

Doutor em Ciências Humanas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1977), Schlee possui graduação em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1959). É ex-professor da Universidade Católica de Pelotas, da Universidade do Rio Grande do Sul e da Universidade Federal de Pelotas, onde foi pró-reitor de Extensão e Cultura (1989-1992). Atuou até 2005 como professor adjunto da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Escritor premiado nacionalmente, tem larga experiência de pesquisa e produção literárias na área de Letras, com ênfase em Literatura Gaúcha (sul-rio-grandense e platina), Schlee é autor de livros de ficção, bem como de ensaios críticos, com participação em antologias, colaboração em revistas especializadas e atuação em palestras e mesas redondas.

Sua trajetória na carreira docente na UFPel remonta à criação da Universidade, em 1969, como auxiliar de ensino (1969-1976), na regência efetiva de Direito Internacional Público, regência eventual de Direito Internacional Privado, regência da Cadeira de Sociologia – atendendo aos cursos de Direito, Agronomia, Ciências Domésticas, Engenharia Agrícola e Nutrição e, a partir de 1974, ao curso de Arquitetura e Urbanismo, com a disciplina Sociologia Geral e Urbana. Regente de Metodologia da Pesquisa Social, atendendo o curso de Ciências Domésticas. Cedido ao Instituto de Letras e Artes, desde 1975, atendendo o Curso de Licenciatura em Desenho e Plástica com a disciplina Sociologia da Arte.

Aprovado em concurso para Professor Assistente, com média 9,7, Schlee atuou de 1976 a 1978. Passa para a categoria de Professor Adjunto, em que atuou no período de 1978 a 1988, na Faculdade de Direito (Direito Internacional Público), no Instituto de Ciências Humanas (Sociologia, Ciência Política). A partir de 1989, passa a exercer atividades administrativas, como pró-reitor de Cultura e Extensão da UFPel. Aposenta-se em dezembro de 1992.

Seus projetos de pesquisa contemplam: Literatura sem limites, Dicionário da Cultura Pampeana Sul-Rio-Grandense, Formação da Literatura Sul-Rio-Grandense, Projetos Integrados Formação da Literatura Sul-Rio-Grandense e Banco de Textos Raros. As áreas de atuação de Aldyr Garcia Schlee incluem Linguística, Letras e Artes; Ciências Humanas (Sociologia), Ciências Sociais Aplicadas (Direito, Comunicação – Jornalismo e Editoração).

Schlee tem cerca de 20 livros publicados/organizados ou edições, dezenas de capítulos publicados e textos publicados em jornais e revistas, e um sem número de outras produções bibliográficas e artísticas/culturais.

Fonte: http://ccs.ufpel.edu.br

Postar um comentário