sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Aldyr Schlee: Candidato a patrono da 58ª Feira do Livro de Porto Alegre


Schlee (ao centro) foi Patrono da Feira Binacional do Livro de Jaguarão em 2011  


Fronteiriço de Jaguarão, o escritor Aldyr Garcia Schlee (77 anos) é um autor bilíngue, que escreve e publica sua obra tanto em português como em espanhol. É doutor em Ciências Humanas. Foi desenhista profissional (vencedor de Concurso Nacional para a escolha do uniforme da seleção brasileira de futebol), jornalista (Prêmio Esso de Reportagem), e professor da Universidade Católica e da Universidade Federal de Pelotas (até 1992). Depois atuou como professor visitante do Programa de Pós Graduação em Letras da PUCRS, em Porto Alegre. Foi Consultor Jurídico do Ministério das Relações Exteriores (1976-77) para a redação final do Tratado da Lagoa Mirim, firmado entre Brasil e Uruguai.

Como ficcionista, venceu a I Bienal de Literatura Brasileira (com CONTOS DE SEMPRE), a II Bienal (com UMA TERRA SÓ), e foi finalista do Prêmio Casa de las Américas, em Cuba (com LINHA DIVISÓRIA). Recebeu o Prêmio Açorianos de Literatura em 1997, 1998, 2001, 2010 e 2011, primeiro com a tradução de FACUNDO, de Sarmiento; e depois com os livros CONTOS DE FUTEBOL, CONTOS DE VERDADES, OS LIMITES DO IMPOSSÍVEL e DON FRUTOS.

Este romance foi lançado em 2010 e considerado o LIVRO DO ANO, pelo jornal Zero Hora; sendo distinguido o autor como FATO LITERÁRIO DE 2010, em concurso da Rede Brasil Sul de TV.

De Aldyr Garcia Schlee foram publicadas em 2011 as reedições de CONTOS DE VERDADES e de UMA TERRA SÓ (nome este dado a uma rua de Jaguarão, em homenagem ao autor), assim como sua tradução comentada de DON SEGUNDO SOMBRA, de Ricardo Güiraldes.

Aldyr Schlee entre os Patronáveis da Feira de Porto Alegre pela Câmara do Livro 



Postar um comentário