terça-feira, 21 de agosto de 2012

Canción con todos - Jarbas Tauryno e Paulo Renato



Tenor gaúcho, de Jaguarão, Jarbas Tauryno é Bacharel em Canto. Como professor, integrou o Corpo Docente da Universidade Livre de Música de São Paulo, do Conservatório e Faculdade Carlos Gomes e da Fundação das Artes de São Caetano do Sul. Foi também professor convidado da USP - Bauru, ministrando o Curso Desenvolvimento Vocal, conferencista no Centro de Estudos Avançados de Odontologia e Fonoaudiologia (Poços de Caldas, MG), ministrou Curso de Técnica e Interpretação para o Coro Municipal de Cerro Largo, no Uruguai, e desenvolveu o curso "Reconocer el Cuerpo da Desarrollar la Voz" para cantores da Comunidade de Madrid, Espanha.

Organizou e foi presidente do Encontro Nacional de Saúde Vocal nos anos de 1995, 1996 e 1997. Idealizou ainda o Projeto Voz e Vida, objetivando integrar a Arte e a Ciência, com o apoio do SESC, PUC e outras entidades.

Como cantor, seu repertório mostra-se totalmente eclético, indo da ópera ao popular. Conta em seu currículo com apresentações nos Teatros Municipais do Rio e de São Paulo, Amazonas (Manaus), Santa Isabel (Recife), OSPA (Porto Alegre), entre outros, além de shows no Parque do Ibirapuera, Memorial da América Latina e Centro Cultural (em São Paulo). Participou ainda de especiais para a Globo de Bauru e para o "Fantástico", bem como para a TV Cultura de São Paulo. No exterior cantou na França, Espanha e Uruguai.

Tem se apresentado em teatros e casas de espetáculos, sozinho ou em parceria com o cantor popular Paulo Renato, com quem Tauryno lançou em 2000 o CD Viva Vós! (independente) - cuja tiragem encontra-se esgotada.

Numa dessas apresentações-solo, na casa de shows Villaggio Café, em São Paulo, foi convidado pelo diretor artístico da gravadora Lua Discos, Zé Luiz Soares, a registrar em CD seu show "O Canto da Transformação", composto basicamente por clássicos da MPB com mensagens otimistas, além de músicas italianas e religiosas. O disco conta com arranjos de orquestra criados pelo pianista e compositor Keco Brandão (da banda de Zizi Possi). A soma desses arranjos com as canções, mais a interpretação precisa e emocionada de Tauryno resulta num projeto belíssimo, cheio de otimismo e esperança, ideal para esses tempos tortuosos de violência, desigualdades e injustiça social. As músicas falam de paz, amor, esperança, amizade, enfim, de tudo que a humanidade está mais carente.


 
Postar um comentário