quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Aproveite os novos prazos e inscreva seu projeto nos editais de Pontos de Cultura do RS





A Secretaria de Estado da Cultura, por meio da Diretoria de Cidadania e Diversidade Cultural, informa que o prazo para inscrições de projetos nos editais de seleção da Rede RS de Pontos de Cultura foi ampliado para 07 de dezembro de 2012. O total de recursos é de R$ 18 milhões.

Agora, entidades de todo Rio Grande do Sul podem aproveitar a ampliação do prazo e a realização de mais oficinas de capacitação de grupos culturais. A meta é que sejam realizadas cerca de 80 oficinas, em todas as 28 regiões do estado definidas pelos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (COREDEs). Até o momento, já foram realizadas 30 oficinas.

Os editais são produto do convênio firmado com o Ministério da Cultura (MinC), a partir da Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural, dentro dos programas Cultura Viva e Mais Cultura. A iniciativa contempla grupos culturais da sociedade civil, sem fins lucrativos, com pelo menos 03 anos de atividades e 03 anos de CNPJ.

Serão selecionados 160 projetos culturais. Destes, 100 serão reservados para iniciativas em municípios com até 10 mil habitantes, que receberão R$ 60 mil para os próximos três anos (Confira aqui o edital SEDAC nº 10 / 2012). Nas cidades com mais de 10 mil habitantes, serão selecionadas 60 propostas para receber R$ 180 mil, em três anos (Confira aqui o edital SEDAC nº 11 / 2012).

Os editais preveem a seleção de, pelo menos, seis Pontos de Cultura em cidades de fronteira com Uruguai e Argentina e 16 Pontos de Cultura em Territórios de Paz, no âmbito do programa RS na PAZ.

O que são os Pontos de Cultura?

Os Pontos de Cultura são grupos culturais da sociedade civil que envolvem a comunidade em atividades de arte, cultura e educação, estimulando a criatividade e propiciando o exercício da cidadania pelo reconhecimento da importância da cultura produzida em cada localidade.

Depois de selecionadas, as organizações recebem recursos para potencializar suas ações, com a compra de material e contratação de profissionais, entre outras necessidades. O Ponto de Cultura não tem um único modelo – nem de instalações físicas, nem de programação ou atividade.

São diretrizes fundamentais do programa, e exigências dos editais, a gestão participativa, a educação popular, a comunicação comunitária, a economia solidária, a cultura digital, a sustentabilidade ambiental e os Direitos Humanos. Além destas dimensões, a Rede RS de Pontos de Cultura terá como objetivos a promoção da diversidade cultural, o empoderamento, o protagonismo, a autonomia, a articulação em rede (produção colaborativa, compartilhamento de saberes e gestão compartilhada entre sociedade civil e poder público).

Após selecionados, os Pontos de Cultura contarão com inúmeras ações de apoio e acompanhamento, como a realização de seminários anuais de qualificação em assuntos relativos à gestão cultural, oficinas temáticas, prêmios de incentivo ao compartilhamento de tecnologias sociais inovadoras, equipe de assessoramento, uma van contando com equipamentos digitais, audiovisuais e de som, a publicação de cartilhas, revistas, portal virtual, além da realização de encontros de intercâmbio, articulação e mostra de produtos (Teias e outros).

Clique aqui e veja os editais


http://www.cultura.rs.gov.br Texto: Asscom Sedac


Postar um comentário