quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Governo gaúcho e o Uruguai debatem intercâmbio para as áreas de fronteira

A parceria permitiria ao Governo gaúcho chegar de forma 
mais efetiva nas regiões de fronteira


O secretário Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Ivar Pavan, recebeu representantes do governo uruguaio, nesta quarta-feira (17), para debater parcerias entre o Governo do Estado e a União nas áreas de fronteira entre Brasil e Uruguai. A reunião ocorreu durante o Seminário Internacional de Cooperativismo, no Hotel Embaixador, em Porto Alegre, e teve a presença do diretor de Desenvolvimento Rural do Ministério da Agricultura do Uruguay, José Olascuaga, da superintendente do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) do Brasil, Dalva de Oliveira, entre outras autoridades. 

O objetivo da reunião, segundo o secretário da SDR, foi iniciar o processo de instalação de um intercâmbio de experiências entre os dois países, visando, também, o atendimento e o desenvolvimento das áreas de fronteira. Ele afirmou que os representantes do governo uruguaio querem conhecer e trocar experiências sobre programas desenvolvidos no Rio Grande do Sul, como o de extensão rural, o Programa de Irrigando a Agricultura Familiar, ambos executados numa parceria da SDR com a Emater, que poderiam ser implantados no país vizinho. 

Além disso, "eles querem apresentar programas uruguaios que podem ser aproveitados no Rio Grande do Sul. A parceria pode fazer com que o Governo gaúcho chegue de forma ainda mais efetiva nas regiões de fronteira", disse o secretário. 

No dia 14 de novembro, uma nova reunião deve ocorrer, em Porto Alegre, com a presença de técnicos e membros do governo do Uruguay da área do desenvolvimento rural com integrantes da SDR. A idéia é começar a montar um cronograma para iniciar o intercâmbio. 

IICA 
A reunião contou ainda com a presença de representantes do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), tanto do Uruguay como do Brasil. Eles informaram que há um plano de desenvolvimento da fronteira encaminhado junto a MDA/BR. O processo deste plano está em tramitação no ministério e permite que se avancem as propostas de cooperação entre os dois países para o desenvolvimento da agricultura familiar e, inclusive, do cooperativismo.

Texto e foto: Roger da Rosa



Postar um comentário