sábado, 27 de outubro de 2012

Princesa





Duzentos motivos
Fazem-me vivo para não esquecê-la
Tua beleza é mais do que estética
Tuas esquinas poéticas
Não param de me tocar
Instigam a minha escrita
Provocam o amor que me habita
Pela vida que não cansa de me surpreender
Princesa
O teu interior respira a pureza
O relevo mostra teus altos e baixos
Os rios e as cachoeiras
Fazem-te perfeita
E me inspiram a viver para tentar descrevê-la
Ao menos tê-la
Sob o foco das minhas pupilas dilatadas.

Daniel Moreira

Postar um comentário