quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

IF-Sul confirma campus binacional em Jaguarão

Foto Divulgação-Prédio da antiga Sec. de Obras foi cedido pela Prefeitura Municipal

O prefeito Cláudio Martins recebeu ofício do reitor do Instituto Federal Sul-rio-grandense (If-Sul), Antônio Carlos Brod, confirmando a implantação de um campus binacional no município e apresentando o professor Ricardo Pereira Costa como futuro diretor do campus de Jaguarão.

Esse documento é a consolidação do processo e demonstra a força deste projeto. Com essa indicação do futuro diretor já temos alguém que irá cuidar dos cursos e também das obras de adaptação do prédio que a prefeitura cedeu para instalar o campus”, disse o prefeito. De acordo com a assessora de Assuntos Internacionais do IF-Sul, Lia Pachalski, a implantação do campus em Jaguarão vem sendo trabalhada em um esforço conjunto com foco na integração. “Jaguarão faz parte desta missão e queremos trazer pra cá educação de qualidade e profissional na área tecnológica”, destacou.

A assessora entregou ao prefeito o material gráfico produzido pelas instituições do Brasil e Uruguai, mostrando os resultados concretos obtidos no campus de Santana do Livramento, onde foi implementado um projeto pioneiro na América Latina, que permite a estudantes brasileiros e uruguaios dividirem a mesma sala de aula e conquistarem um certificado binacional.

Desenvolvimento da fronteira
Para Cláudio Martins o início dos cursos profissionais em Jaguarão vai, sem dúvida, contribuir significativamente não apenas com a vida dos futuros profissionais, mas também com o desenvolvimento da fronteira Jaguarão-Rio Branco. Uma das propostas de curso em estudo para o campus Jaguarão é na área de restauro. 

Sobre essa proposta a ideia inicial é capacitar docentes na área de restauro e trabalhar também com a capacitação da mão de obra civil, para que esses profissionais tenham conhecimento e entendimento sobre patrimônio de forma diferenciada das novas construções. Em maio de 2011 o Conjunto Histórico e Paisagístico de Jaguarão foi tombado pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, ligado ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Participações
Participaram do encontro em que foi repassado o ofício representantes do If-Sul, Ministério de Educação e Cultura do Uruguai, Universidade do Trabalho do Uruguai, Escola Técnica de Rio Branco, Unipampa, Secretaria Municipal de Educação e Instituto Federal de Minas Gerais.

Prédio
O antigo prédio onde funcionava as secretarias de Obras e de Desenvolvimento Rural será o futuro campus da Escola Técnica de Jaguarão. O local, que será cedido pela prefeitura municipal, receberá obras de adaptação com recursos do governo federal.


Postar um comentário