quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Cineclube Jaguarão e Confraria dos Poetas apresentam Mazzaropi em O Jeca e a Freira


Sessão de cineclube com gosto de cinema recheado de saudades. Esse é o clima que promete para esta quinta-feira (08) a parceria entre o Cineclube e a Confraria dos Poetas de Jaguarão. Na tela grande, um dos personagens brasileiros mais queridos do mundo cinematográfico, o Jeca Tatu, interpretado por Mazzaropi.

A muié fez um doce de tacho, de abóbra madura e no armário guardô, esperando com muita alegria, chegá nesse dia que nunca chegô” … Versos do Jeca Magoado, do compositor Elpídio dos Santos e cantado pelo Amácio Mazzaropi, uma das músicas do caipira cineasta que muita gente guardou na memória . Sucesso certo nas exibições do Cine Regente lá pelo final dos anos sessenta, Mazzaropi muito representou para o então incipiente cinema brasileiro. Só para se ter uma ideia, a maioria das trilhas dos seus filmes foram compostas por Radamés Gnatalli. 

A sessão inicia às 20h, no Círculo Operário, e tem entrada gratuita.

Sinopse: Numa fazenda do interior do Brasil, no século XIX, um senhor de terras responsabiliza-se pela educação da filha de um dos seus colonos, a ela afeiçoando-se como se fosse sua própria filha. Anos mais tarde, quando a jovem regressa do colégio, em companhia de uma freira, o despótico fazendeiro tudo faz para que ela não reconheça seus verdadeiros pais. Culta, educada e bonita, a moça atrai naturalmente a atenção dos rapazes da vizinhança, provocando a fúria do senhor. A freira é obrigada a intervir nos acontecimentos, tentando solucionar a situação criada entre as famílias do lugar, sobretudo com o pai, que não se conforma em separar-se da filha.

Na abertura da sessão desta quinta-feira, exibição do curta metragem "Barqueiro do Jaguarão" (6 minutos), produção da Confraria dos Poetas de Jaguarão com os barqueiros Marco Antonio Duarte, Luiz Alexandre Furtado e Ramão Fernandes e com música de Hélio Ramirez, mostrando a lida impressionante desses trabalhadores do Rio Jaguarão.  




Postar um comentário