quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Curso de Bacharelado em Produção e Política Cultural da Unipampa Jaguarão presente no II ENECULT no Rio de Janeiro.

Grupo na frente do Mural de Portinari no Palácio Capanema

Entre os últimos dias 30 de outubro a 1º de novembro, acadêmicos do Curso de bacharelado em Produção e Política Cultural estiveram na cidade do Rio de Janeiro participando do 2ª Encontro Nacional de Produção Cultural, evento promovido pelo IFRJ - Nilópolis, que  contou com presença de outras instituições onde o curso é ofertado: UFF, Universidade Cândido Mendes - RJ, UFBA, e IFRJ - RN.

Na ocasião, acompanhou o grupo o professor do Curso em Jaguarão, Alan Dutra de Melo, que também palestrou na Mesa sobre "Mercado de Trabalho", onde foram discutidos os desafios de uma profissão em formação com perspectivas de trabalho em instituições consolidadas como SESC, SESI e também através da iniciativa privada, diretamente em empresas de produção cultural e no poder público com inserção nos diversos órgãos estatais, e em especial, através da implantação do Plano Nacional de Cultura - Lei Federal N. 12343/2012.

Explica Melo e destaca que "existe ainda uma associação muito direta da profissão com captação de recursos em leis de incentivo, mas estas leis estão em mudança e em especial a Lei Federal de captação denominada Rouanet, a qual encontra-se no Congresso Nacional e se for alterada, deve trazer novos desafios para a profissão, visto que a nova proposta pretende diminuir o direcionamento dos recursos que normalmente estão centralizados no centro do país e condicionados muito aos setores de marketing das empresas". Por fim, destaca ainda o professor,   "de acordo com o relatório para a pós-graduação no Brasil, CAPES -2011-2020, a área da cultura é uma das prioritárias para a pesquisa e neste sentido, existe também um caminho promissor na área de pós-graduação, especialmente com a consolidação e criação de novos cursos”.


Professor Alan Dutra de Melo palestrou sobre Mercado de Trabalho

Durante o Encontro, foi debatido o contexto dos grandes eventos nos próximos anos ( Copa e Olimpíadas)  como abertura de novas oportunidades profissionais, integrando esporte, turismo e cultura. Os acadêmicos também puderam fazer uma visita guiada pelo funcionário do Ministério da Cultura, Sr. Paulo Sérgio Maciel Negrão, no local das atividades em que foi desenvolvido o evento, e assim puderam conhecer o Palácio Gustavo Capanema, sede do Ministério da Educação e Saúde, construído entre 1930 e 1947. Marco modernista, o Palácio contou na elaboração com profissionais como Lúcio Costa e Oscar Niemeyer, e tem grandes atrações, como a pintura mural "Jogos Infantis" (1945), de Cândido Portinari, onde o grupo registrou a sua passagem no evento.

A próxima edição do ENECULT acontecerá em 2013 na Universidade Federal da Bahia, decisão tomada na Plenária final do evento onde foi referendada, com pequenas alterações, a Carta do Rio de Janeiro, idealizada no ano anterior durante o 1º Encontro, com demandas para a consolidação da profissão, e por fim, restou também como Indicativo, a realização do Encontro Nacional de Produção Cultural na Unipampa, em 2015. 

Encontro reuniu várias Universidades do País debatendo os rumos para a Profissão

Postar um comentário