terça-feira, 6 de julho de 2010

Paixão - Uma visão pra lá de otimista

El Beso - Rodin
A paixão!

Essa promessa de alegria
Essa certeza de saudade

Alegria ilusória da carne
A desilusão do músculo
Um osso duro de roer
Um sangue vermelho derramado

A paixão é o olho cego da alma,
É duelo que sempre se perde
É dor que sempre se ganha
Onde "todos os ais são meus"

A paixão é, ao fim e ao cabo,
Um gesto nobre do Diabo,
Uma maldade de Deus!

Jorge Alfredo da Rosa Missaggia

Um comentário:

Anônimo disse...

Nossa Senhora!

Fiquei arrepiada. Que triste, que forte, que intensidade.

UM DIA EN RIO BRANCO -URUGUAY ( Século XX)

Amanheceu. Da quinta vem o ruído da enxada limpando o pasto na volta dos morangos. São poucos, mas bem cuidados. O terreiro das galinhas já ...