sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Uruguaios fronteiriços e indígenas aldeados têm oportunidade de ingresso específico na UNIPAMPA


A Universidade Federal do Pampa está oferecendo oportunidades diferenciadas de ingresso para estudantes uruguaios fronteiriços e indígenas aldeados, em dois processos seletivos específicos a estes públicos. As inscrições para ambos os editais iniciam na próxima segunda-feira, 24, e vão até o dia 20 de novembro pelo portal www.unipampa.edu.br. A seleção será realizada, em ambos os casos, por meio de uma prova de redação em Língua Portuguesa a ser realizada no dia 27 de novembro. As inscrições são gratuitas. Para o ingresso de indígenas aldeados, são ofertadas ao total 11 vagas, distribuídas nos cursos de Engenharia Civil (01) e Engenharia de Software (02) no Campus Alegrete; Agronomia (02) e Nutrição (02) no Campus Itaqui; Serviço Social (02) no Campus São Borja; Enfermagem (02) no Campus Uruguaiana. O processo seletivo específico e os cursos escolhidos surgiram de uma manifestação da comunidade indígena, e o atendimento a esta demanda com a oferta de vagas suplementares no processo seletivo específico fortalece as ações afirmativas praticadas pela Instituição. “Esta é uma oportunidade desafiadora para a UNIPAMPA, que mais uma vez inova no seu processo seletivo”, avalia o coordenador de Processo Seletivo, Carlos Dilli.

O processo seletivo para uruguaios fronteiriços é específico aos residentes nas cidades de Rio Branco e Rivera, no Uruguai, vizinhas das cidades de Jaguarão e Santana do Livramento, respectivamente. Para os candidatos de Rio Branco, são ofertadas vagas em todos os cursos do Campus Jaguarão: Gestão do Turismo (5 vagas); História (05); Letras – habilitação em Língua Portuguesa e Língua Espanhola – Integral (05); Letras – habilitação em Língua Portuguesa e Língua Espanhola – Noturno (05); Pedagogia (05). No Campus Santana do Livramento, os candidatos de Rivera podem concorrer a vagas nos cursos de Relações Internacionais (02), Administração – Noturno (02) e Administração – Matutino (02). A oferta de vagas nesta modalidade atende ao Decreto 5.105/2004, um acordo sobre a permissão de residência, estudo e trabalho a nacionais fronteiriços brasileiros e uruguaios.Os candidatos precisarão comprovar a residência nessas cidades, e serão aceitos para fim de inscrição e identificação a cédula de identidade ou o passaporte.“O ingresso de fronteiriços favorece o intercâmbio entre os países e fortalece os laços da cultura e a troca de conhecimentos da comunidade discente”, comenta o coordenador acadêmico do Campus Jaguarão, Maurício Aires Vieira. Na avaliação do professor, a oportunidade de ofertar um curso aos uruguaios que vivem tão próximo aos campus da UNIPAMPA gera grande expectativa, assim como as ricas trocas culturais possíveis dessa convivência entre fronteiriços e estudantes de todo o Brasil que ingressam na UNIPAMPA pelo Enem.“Com as novas formas de ingresso que a UNIPAMPA oferece poderemos abrir ainda mais espaço a todas as culturas e etnias”, afirma Carlos Dilli. O coordenador de Processo Seletivo explica que as vagas ofertadas nestes processos seletivos não concorrem com as demais vagas ofertadas para ingresso pelo Enem, por se tratarem de vagas suplementares destinadas a este ingresso em especial.

Prova de seleção

Para ambos os editais, os candidatos irão prestar uma prova de redação no dia 27 de novembro. A prova irá avaliar os conhecimentos adquiridos durante o Ensino Médio por meio dos aspectos leitura e interpretação textual; argumentação e dissertação; produção de textos. As provas tanto para fronteiriços quanto para indígenas iniciam às 14h, e o candidato deve apresentar-se com no mínimo 30 minutos de antecedência no local da prova portando o comprovante de inscrição, que deve ser impresso no ato da inscrição, e o documento de identidade utilizado na inscrição, que permita identificação por foto e conferência da assinatura.Para o processo seletivo específico a indígenas aldeados a prova será aplicada no Campus Passo Fundo do Instituto Federal Sul-rio-grandense (Estrada Perimetral Leste, 150). A cidade foi escolhida por ser a mais próxima e de melhor acesso para os índios aldeados da região norte do Estado. As provas para os uruguaios fronteiriços serão aplicadas no campus para o qual o candidato se inscreveu, no Campus Jaguarão (Conselheiro Diana, 650 – Bairro Kennedy) ou no Campus Santana do Livramento (Barão do Triunfo, 1048 – Centro).

Fonte : www.unipampa.edu.br



Postar um comentário