quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Dança na Fronteira - Encontro reunirá bailarinos de diferentes nacionalidades



De 10 a 14 de outubro a fronteira Jaguarão-Rio Branco será marcada por uma vivência em integração que utilizará o corpo e a arte como ferramenta. O evento Dança, comunidade e integração: A fronteira limite ou espaço imaginário para a criação, prevê uma semana de intensas atividades em escolas, espaços culturais e universidade.

O encontro tem por objetivo difundir experiências culturais comunitárias e de dança integrativa em populações com capacidades múltiplas, promover a reflexão e formação em torno das linhas teóricas, metodológicas, artísticas e ideológicas que nutram o trabalho comunitário, gerar espaços de vivência onde o intercâmbio entre o fazer e o criar possibilitem um território para a sistematização das abordagens metodológicas em nível comunitário, além de promover a formação de público.

Atividades
O evento será composto por oficinas e mesas redondas que irão debater políticas públicas para a dança, trabalho em rede, dança comunitária, entre outros. “Realizar este evento na fronteira, é trabalhar para além do simbólico. A fronteira é um espaço de integração, que lida com o diferente, com o outro, o que tem tudo a ver com a proposta do encontro”, afirma Tamara Chiz, bailarina uruguaia, integrante da RED Lazos. Tamara ainda salienta a importância de ter representantes brasileiros no encontro, pois o Brasil ainda não faz parte deste coletivo, e há forte interesse nesta integração.

Projeto
A Residência Artístico-Pedagógica Dança, comunidade e integração: A fronteira limite ou espaço imaginário para a criação faz parte do Projeto Corredor Cultural, que tem proporcionado a circulação de artistas e espetáculos entre Brasil e Uruguai, utilizando a região da fronteira como porta de entrada.

Promoção
É promovido e organizado pela RED Lazos (coletivo composto por bailarinos uruguaios, venezuelanos, peruanos, bolivianos e argentinos), Prefeitura de Jaguarão, Alcaldia de Rio Branco e Universidade Federal do Pampa (Unipampa), em parceria com o Ministério da Educação e Cultura do Uruguai e Embaixada da Venezuela.


Inscrições
As inscrições para o evento são gratuitas. Mais informações pelo telefone (53) 3261-5100 ou pelo e-mail 
secult.pmj@gmail.com





CLIQUE AQUI   para conferir a programação 

Postar um comentário