sábado, 7 de agosto de 2010

Grupo Americando


" Americando é um rumo de muitas trilhas, da comunhão das trilhas nasce a comunhão dos homens."

Foto - Paulo Aguiar

Americando la Pátria morena,

Americando el suelo de aqui

Americando el sudor , la vida

De esta gente tan sufrida


Hay que hacer de los sueños, semillas,

Plantadas en el corazón,

Hay que luchar por los sueños,

Que no son gracias de Dios,

Pa' que tenga vino y pan

En la mesa de todos!


Por muchas fronteras anduve,

por el "Patiño" anduve también,

Sé que en la noche no hay prisión,

Y un puente se pasa a lo largo


Déjame pasar el puente

Desde una punta a la otra

En América mi gente

Se dejó atrapar por otros!

Americando, Americando....Americando!

(Canción - Jorge Passos e Plínio Silveira)



Na noite do dia 22 de julho de 1983, enquanto o Gremio jogava a primeira partida da decisão da Libertadores, no Centenário em Montevidéu, nós, Jorge Passos, Hélio Ramirez e Plínio Silveira, lançávamos o Grupo Americando no teatro Esperança em Jaguarão. E, para nossa surpresa, apesar do jogo pela TV, o teatro estava lotado. Uma semana antes havíamos apresentado o mesmo show em Pelotas e a repercussão fora ótima. Apesar do amadorismo, tínhamos uma baita equipe de auxiliares e o show ainda contava com uma atração especial, duas danças de balé com coreografia do Augusto Lima. Os dançarinos, Augusto, Jamil Xaud e Mike Kelle. Participação também do paisano Sérgio Christino declamando um poema. Além disso, o paisano também era responsável pelo roteiro e os textos.

Postar um comentário