terça-feira, 28 de junho de 2011

Arte exposta na calçada

Ao passar por uma das ruas que leva ao rio Jaguarão você poderá encontrar uma destas "instalações",  se assim podemos chamar,  expostas na calçada. As obras impressionam pela criatividade  e são elaboradas ludicamente em vários materiais, cartolina, papelão, colagem, madeira, pedrinhas. O inusitado é que o  artista é  um senhor de idade e com problemas de locomoção que por ali mora. A Confraria não poderia deixar de registrar essa original expressão de arte popular. 


Zoológico da Serra da Maria Pinta do Boquerão do Cavera 

Trio do Apagão não desfilou em Jaguarão
na Serra do Mulitão

Trio do apagão

Toka do Sapateiro - 1892
Esta última obra é construída em madeira, papelão, pedras. Retrata a Toca do Sapateiro, local situado no Herval, perto de um afluente do Arroio Telho e sobre o qual se contam muitas histórias assombrosas. 


Trechos do Relatório de uma expedição do GPME -Grupo Pierre Martin de Espeleologia,  à Toca do Sapateiro: 
Uma das descrições recolhidas na internet:
Ruína de uma caverna na qual só é possível chegar através de uma trilha. Formada por uma “sala” e mais três “quartos” intercomunicantes, corre em seu interior um riacho de águas cristalinas que alimentam o arroio Telho, afluente do rio Jaguarão. Segundo a lenda, um escravo, que exercia a profissão de sapateiro, fugido omiziou-se com a esposa naquele lugar onde tiveram dois filhos. Por ameaça ao estancieiro, por este foi mandado matar, durante um simulado grande rodeio para juntar o rebanho, naquele época, solto pela região.
Na cidade ouvimos história semelhante, mas ao invés de um escravo fugido, o histórico, ou lendário, ocupante da cavidade natural seria um alemão fugido da guerra, também exercendo a ocupação de sapateiro.
Outra história:
…Serviu como esconderijo durante a Revolução Farroupilha por um sapateiro que produzia calçados, residindo com a família dentro da caverna. Pelo que contam, foram até uns 80m de profundidade e não foram mais… 

CLIQUE AQUI  para ler  mais sobre a interessante  expedição à Toca do Sapateiro.
Postar um comentário