terça-feira, 21 de setembro de 2010

REMINISCÊNCIAS

Foto: J. Passos e Fabio Oliveira



Lampadinhas geniais

Iluminai nossa toada,

Fulgurai seres

Questionadores.


Lampadinhas pungentes

Lampejos frenéticos

Gostos estéticos

Pelas letras refringentes.


Iluminai as letras,

Guiai-as aos olhos

Escorrendo entre

Aventuras e tretas.


Esquivai-nos

Lampadinhas,

De rompantes

De estrelas.


No rumo de ler

Rumo de pensar

Vida de escrever

Talvez ser... lampadinha.


Fábio Oliveira

Nenhum comentário:

UM DIA EN RIO BRANCO -URUGUAY ( Século XX)

Amanheceu. Da quinta vem o ruído da enxada limpando o pasto na volta dos morangos. São poucos, mas bem cuidados. O terreiro das galinhas já ...