segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

vc repórter: arquitetura é principal atração de Jaguarão, RS

Enfermaria Militar é uma das quatro edificações tombadas em Jaguarão (RS)
Foto: Ubirajara Moura/vc repórter
Com cerca de 30 mil habitantes, a cidade de Jaguarão, a cerca de 400 km de Porto Alegre e localizada no extremo sul do País, não está entre os principais destinos turísticos do Brasil. Mas para os interessados em arquitetura, o município é de grande valia cultural, com mais de 800 prédios com fachadas conservadas com diferentes estilos arquitetônicos.

A principal atração são os portais de cada prédio clássico. O mais famoso é a Enfermaria Militar, localizado no ponto mais alto de Jaguarão, e um dos únicos que não foram reformados, sendo considerado Patrimônio da União, por pertencer ao Exército Nacional. A edificação é uma das quatro construções tombadas no município: somam-se a ela o teatro Esperança, o Mercado Municipal e a Casa de Cultura.

A Enfermaria Militar foi construída em 1880, com estilo neoclássico, e se localiza na região do Cerro da Pólvora. Tinha como objetivo servir como enfermaria para soldados e, depois, como prisão para presos políticos. Hoje, como está em ruínas, estuda-se a possibilidade de utilizá-la como museu ou com outros objetivos culturais. (já está em andamento a construção neste local, do Centro de Interpretação do Pampa, clique aqui para ver o projeto)

O teatro Esperança, construído em 1897 e também de estilo neoclássico, é considerado o terceiro melhor do País em acústica. Já a Casa de Cultura possui quase 200 anos e, atualmente, oferece cursos artísticos, além de abrigar a pinacoteca de Jaguarão. O último prédio tombado, o Mercado Municipal, data de 1864 e tem estilo colonial português, com formato lembrando o da letra "U".

Durante todo o ano, Jaguarão recebe eventos festivos. São eles: Motofest, em janeiro; Festa Crioula, em fevereiro; Exposição Internacional Meia-Lã, em março; Exposição de Cavalos Crioulos, em abril; rodeio, em maio; Semana Farroupilha, em Setembro; e Semana de Jaguarão, em Novembro.

Está na linha reta que liga Porto Alegre e Montevidéu, capital do Uruguai. De Porto Alegre, o acesso é via BR-116.

O internauta Ubirajara Moura, de Porto Alegre (RS), participou do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui.

Nenhum comentário:

Jaguarão e Lago Merín - Refúgios de Belchior na Fronteira Sul

  Programa Café da Manhã do DCM recordou a passagem  de Belchior por Jaguarão e Lagoa Mirim- Aqui sendo recebido na Casa de Cultura Montevi...