terça-feira, 15 de maio de 2012

Novo projeto de Vitor Ramil conta com participação do público


Foi no mês que vem será algo único na carreira de Vitor Ramil. Concebido para marcar o lançamento de um songbook com sessenta músicas do compositor, letrista e intérprete brasileiro, o projeto prevê a gravação e lançamento de um álbum duplo com trinta dessas sessenta canções e milongas, e ainda a documentação em vídeo de todas as sessões de estúdio para disponibilização na Internet.
Como o nome do álbum sugere, o repertório será escolhido a partir das composições que Vitor Ramil considera determinantes, em distintas fases de sua carreira, para a consolidação de sua linguagem artística, que é cada vez mais particular e está em intensa fase de desenvolvimento. Haverá canções bem conhecidas do público e outras nem tanto, todas escolhidas dentre aquelas que foram gravadas por Vitor em seus discos anteriores (à exceção das milongas que aparecem exclusivamente no disco délibáb, por se tratarem de gravações muito recentes).
A motivação de Vitor Ramil para gravar Foi no mês que vem está também em ter a oportunidade de registrar suas composições de uma forma muito próxima a de quando elas foram compostas ou de como o público se acostumou a escutá-las ao vivo. O violão e voz serão o centro dos arranjos. Mas apesar dos inúmeros momentos solos, haverá uma série de participações especiais, músicos e cantores que têm colaborado com Vitor ao longo dos anos ou com quem ele tem grande afinidade artística.
Para quem quer aprender a tocar as músicas de Vitor Ramil, o lançamento de Foi no mês que vem, alinhado ao do songbook, será a ferramenta certa. O livro revelará acordes, arpejos, afinações preparadas ou melodias, entre outras coisas, enquanto o disco servirá como referência. Para quem começa a descobrir agora o trabalho do artista, será a oportunidade de entrar em contato direto com o melhor de sua produção através de versões, em muitos aspectos, superiores às originais.
Foi no mês que vem será gravado em Buenos Aires, Rio de Janeiro e Porto Alegre, e tem lançamento previsto para o segundo semestre de 2012.
Como convida Vitor Ramil no vídeo desta campanha, seja mais que um consumidor desse trabalho, seja um agente dele. Vitor entende que, no crowdfunding, mais importante que o financiamento em si, é o espírito de união e autodeterminação que se estabelece em torno de uma ideia. Trata-se de uma oportunidade de reação, tanto por parte do artista como do público, às imposições da grande mídia, do mercado e de outros poderes, e também do fortalecimento da Internet como meio de comunicação direta, sem atravessadores, entre o artista e seu público. O Traga Seu Show se orgulha de fazer parte dessa mobilização que aponta para o futuro.
CLIQUE AQUI  e faça parte deste projeto.
Fonte: http://www.tragaseushow.com.br
Postar um comentário