sábado, 2 de outubro de 2010

Lacunas

Foto Raul Garré

Um leve toque,
de olhos fechados,
o mundo lá fora,
parece não existir.

Minhas mãos te ganham,
e as tuas...
Afagam a minha alma.

O gosto, o sabor,
da pele molhada.
O calor vulcânico,
que preenche nossas lacunas.

À meia luz te vejo,
me entrego, me rendo,
me afogo num beijo.

E depois te perco.



Daniel Moreira
Postar um comentário