terça-feira, 22 de novembro de 2011

Candombe e Capoeira na celebração da 3° Semana da Consciência Negra de Jaguarão

Foto Fernanda Cassel


Em Jaguarão, fronteira com Rio Branco (Uruguai), a história de luta do povo negro não está esquecida ou apenas gravada na memória. Há três anos a Prefeitura Municipal, junto ao Clube negro 24 de Agosto vem realizando a Semana da Consciência Negra, com o intuito de trazer a reflexão e compartilhar a história e cultura do povo negro. Nas discussões deste ano além da contribuição do povo negro para a história do Brasil também está sendo evidenciada a importante história dos negros no Uruguai.

Durante a abertura da 3ª Semana, realizada na noite de domingo (20), no auditório do Círculo Operário, o público conheceu um pouco mais dessa trajetória através de um bate papo com integrantes do grupo Assessor de Candombe, da Comissão Nacional de Patrimônio do Uruguai: Périco Goulart (Barrio Palermo), Waldemar Silva (Barrio Sur) e Juan Goulart (Barrio Gaboto). Quem esteve lá, teve a oportunidade de sentir a essência da trajetória negra no Uruguai com a apresentação dos toques dos tambores afromontevideanos.

Além da apresentação dos toques dos tambores, os presentes puderam presenciar o encontro de duas manifestações culturais negras: o candombe e a capoeira. A associação de Capoeira Zumbi dos Palmares, de Rio Grande, conduzida pelo mestre Saci desafiou os candombeiros e juntos berimbaus e tambores encerraram a noite.

Foto Fernanda Cassel
Para o Prefeito Cláudio Martins este é um dos mais importantes eventos do município, pois é parte de uma construção cidadã e humana. “Vencemos o desafio e implementamos a Semana da Consciência Negra em nosso município. Realizada junto aqueles que descenderam do povo negro que ajudou na construção de nossa cidade, e de nossa sociedade. Com certeza é motivo de muito orgulho para nós, sermos protagonistas desta construção”.

Cláudio também ressaltou a questão da integração entre os povos de fronteira: “Esta união, este conhecer-se, integrar-se,  será um grande ganho para a construção de uma cidade com identidade sólida, porém respeitando sempre a diversidade”, finalizou.

              http://www.jaguarao.rs.gov.br/
Postar um comentário