quinta-feira, 10 de novembro de 2011

O Liberdade emocionou Jaguarão

 Rafael Andreazza, um dos diretores de O Liberdade


Nesta noite, a magia do cinema na cadência do samba e no compasso do choro trouxe o Bar Liberdade até Jaguarão. O Cine Regente reviveu a emoção da sétima arte novamente e com gabarito. Mesmo para quem não gosta de pegar a estrada, caso do genial músico Avendano Junior, ele e seus parceiros, que há mais de 30 anos fazem a noite do Liberdade, a qualidade deste filme e a riqueza de suas vidas e de sua música,   vai faze-los girar o mundo.

Na voz da Soninha Porto, na dança da dona Teresinha e do sambista e filósofo Lazzari, na cadência do Jacó do Pandeiro, no prato de comida servido aos colonos que fazem do bar parada obrigatória durante o dia, vamos conhecendo alguns personagens,  que nos são apresentados pelo trabalho competente de Cintia Langie e Rafael Andreazza, e descobrindo este verdadeiro reduto da música popular brasileira em Pelotas. 

É pura emoção para quem alguma vez já visitou o Bar ou mesmo para quem nunca foi lá e agora quer ir de todo o jeito,  tomar uma ceva gelada e curtir o cavaquinho manhoso do Avendano.  Emoção de ver que a idade não é obstáculo para essa gente que faz da música, da noite, da arte, o seu trabalho. 

Nesta madrugada, na bagagem do Rafael e da Cintia, na maleta da Moviola, o Liberdade embarca para mais uma jornada. Desta vez o destino é Colonia do Sacramento onde o filme será exibido no Encontro da Red de Circulación de Contenidos Audiovisuales do Uruguay.

A Confraria e a cidade de Jaguarão aplaude e deseja BOA VIAGEM!

Obrigado Dilermando Lopes! Obrigado Liberdade!




Postar um comentário