domingo, 6 de novembro de 2011

Patrimônio Histórico Nacional: Começa a luta para manter erguido o Clube Jaguarense

Foto Ulisses Couto - DECOM- PMJ 

Por: Juliana Sanches
juliana@diariopopular.com.br

Enquanto não iniciam as obras de restauração do Clube Jaguarense, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) tenta manter o que sobrou do prédio histórico com mais de nove metros de altura, localizado na área central de Jaguarão. Como medida emergencial, a Secretaria de Obras providenciou a escora do prédio ainda na quinta-feira.
  
Nesta sexta-feira (4) começou a retirada de entulhos e a contenção da fachada do clube, trabalho que deve continuar durante o final de semana. O serviço é realizado para tentar evitar a queda da estrutura, já que as paredes apresentam rachaduras.

Nesta segunda-feira Irayyan deve participar de uma reunião com o prefeito de Jaguarão, Cláudio Martins (PT), para tratar do assunto. A direção da Igreja Matriz também estará presente, já que este é outro prédio que necessita de reformas urgentes. Embora esteja em fase mais adiantada, a ideia é agilizar o processo.

A intenção do presidente é conseguir recursos através do Ministério da Cultura para as obras no Clube Jaguarense, mas independente do resultado, Irayyan pretende convocar os conselheiros para uma assembleia que será realizada em 15 dias. Segundo ele, precisará vender algum patrimônio para conseguir os recursos financeiros.

Durante o trabalho de remoção dos entulhos um fato chamou a atenção do presidente. A madeira importada que sustentava o telhado estava intacta, sem nenhum sinal de apodrecimento. O que cedeu foi a parede feita de tijolo de barro.

Reunião com Iphan e vista da ministra
O prefeito busca com o Iphan uma avaliação geral de alguns prédios de Jaguarão, sejam eles públicos ou não, que podem estar comprometidos.
  
Em dezembro a ministra da Cultura, Ana de Hollanda, deve visitar o município para formalizar o ato de tombamento de diversos prédios do município pelo Iphan.
A expectativa é que ela participe da 3ª Feira Binacional do Livro em Jaguarão, que ocorre de 2 a 11 de dezembro, no Largo das Bandeiras e tem como patrono o escritor Aldyr Garcia Schlee.  




Obras de contenção da fachada comprometida - 06/11/2011


Postar um comentário