quarta-feira, 25 de abril de 2012

Jaguarenses vencem o Festival 9ª Galponeira de Bagé - 200 anos



Alessandro e Ângelo recebem a premiação das mãos do Prefeito de Bagé Dudu Colombo
A música "Um campeiro sem cavalo", de autoria de Martim César e Alessandro Gonçalves, representando a cidade de Jaguarão, foi a grande vencedora da 9ª Galponeira de Bagé – 200 anos, realizada no último final de semana, de 20 a 22 de abril. O festival contou com mais de 400 músicas inscritas.

A música que é uma homenagem a um conhecido personagem da cidade, Élbio Ramires (tio de Martim e Alessandro), cativou o público presente, sagrando-se a grande campeã da final de domingo. A composição dos jaguarenses ainda obteve a premiação de melhor intérprete para Ângelo Franco.


Fonte: http://nandacassel.blogspot.com.br/


Um campeiro sem cavalo (Martim César - Alessandro Gonçalves)

Aí vai Don Élbio Ramires
Com seu poncho cor de terra
Parece um índio nascido
Alessandro e Ângelo Franco
No tempo antigo das guerras

Nas alegrias bom trago
E nas tristezas também
Gesto amigo para todos
Sem nunca mirar a quem

Pelas carpas de carreiras
Ou na volta de um assado
Aí 'tá dom Élbio proseando:
Ser livre não é um pecado!

Não é preciso um cavalo
Pra conhecer-se um campeiro
Há gente que de tão pobre
Só o que tem é dinheiro

Melhor ser rico no jeito
Ter na alma um rio profundo
Às vezes quem não tem nada
Tem muito pra dar ao mundo

Nos rancherios da Fronteira
Não necessita licença
Pois é um amigo ‘das casa’
Ser bueno tem recompensa!

Aí vem Don Élbio despacio
Se arrimando a uma bailanta
Campeando sonhos pra alma
E uns traguitos pra garganta!


Postar um comentário