quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Coluna Gente Fronteiriça: Noite nu Norte



...semo da frontera
neim daquí neim dalí
no es noso u suelo que pisamo
neim a língua que falemo” ( Fabián Severo)
...semo da frontera
neim daquí neim dalí
no es noso u suelo que pisamo
neim a língua que falemo” ( Fabián Severo)


Versos retirados do livro "Noite nu norte” escrito na linguagem que os fronteiriços aprendemos como primeira língua. Fábián Severo é poeta de Artigas, e esta obra é uma das atrações da Feira que você, caro leitor desta coluna, deve ter em sua biblioteca. . Pode ser encontrada na Banca dos escritores uruguaios, ao lado da Contexto.

Feira Binacional, em sua terceira edição, vai se consolidando como um dos maiores eventos culturais e populares em nossa cidade e região. Não se restringe somente à venda de livros ou a espetáculos musicais. Apresentações na Casa de Cultura, como os Colóquios da Feira, participação da comunidade em dois momentos marcantes, Casamento Coletivo, no sábado (03), e escolha da Rainha do Grupo de Idosos Conviver, no domingo (04). É ato de apoderamento deste espaço. A praça é do povo.

Nesta quinta-feira (08), nos Colóquios da Feira na Casa de Cultura, as 18 horas, Memória e ficção na fronteira, painel mediado pelo jornalista Luiz Carlos Vaz, com João Félix Soares Neto, jornalista e escritor, Pedro Gonzaga, poeta, professor de literatura e o Patrono, Aldyr Garcia Schlee.

Desfrutar de Don Frutos, impressões do livro, reúne o poeta, compositor e escritor uruguaio Washington Benavides e o escritor português Paulo José Miranda com a mediação do autor de Don Frutos Aldyr Garcia Schlee. O encontro ocorre na sexta-feira (09), na Casa de Cultura, as 18 horas.

Especial Poesia no Bar. No mesmo dia, um pouco mais tarde, após os shows da noite, acontece no Bistrô Almazén recital de poesia com a presença de poetas brasileiros e uruguaios sob a coordenação do Daniel Moreira. Poetas da Confraria estarão lá!

Djalma do Megafone e muitos outros atores jaguarenses, além do Patrono Schlee, são presenças no filme Ode à Confraria. Poema falado sobre caranguejos, poetas e baldes, de autoria de Martim César. O vídeo é produção da @confradospoetas e pode ser visto pela internet na confrariadospoetasdejaguarao.blogspot.com. Sessão de estréia no cineclube foi um sucesso, no sábado (03). Para quem quiser conferir na tela grande, nova exibição no sábado, dia 10, as 16 horas na Casa de Cultura.

Percorri as bancas de livros no domingo. Grande movimento. Livreiros satisfeitos e o público com grandes opções de escolha. Saldos do Sebo Ícaro e da Literatum têm boas obras a preços bem populares. Parabéns à Secult, Prefeitura Municipal e a todas as demais Secretarias envolvidas na organização.


Jorge Passos
Texto publicado na coluna Gente Fronteiriça do Jornal Fronteira Meridional 08/12/2011
Postar um comentário