sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Evento internacional em Jaguarão debateu a Consciência Negra na Fronteira



O I Seminário Internacional Consciência Negra na Fronteira fez parte da III Semana da Consciência Negra de Jaguarão. O evento foi promovido pelo Grupo PET História da África em parceria com a Prefeitura Municipal de Jaguarão. O evento ocorreu de 21 a 23 de novembro, no Campus Jaguarão da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA).

De acordo com o coordenador do PET História da África, professor Adelmir Fiabani, o evento teve quinze momentos de debate entre as palestras. Os historiadores Mário Maestri, Hemerson Ferreira, Eduardo Ramon Palermo, Mateus de Oliveira Couto, Adelmir Fiabani, Deivid Valério Gaia e Jandira Elohá Lopes foram os palestrantes. Entre os debatedores, o professor destaca as participações de Carlos Barros Pons, Letícia Ferraz, do prefeito Cláudio Martins, Sebastião Henrique Santos Lima, Jerri Quevedo, Daniel Roberto Soares e o Cônsul do Uruguai, Daniel Botta.


O momento mais emocionante do evento, relata o professor Fiabani, ocorreu quando as lideranças quilombolas formaram a mesa e relataram suas histórias, suas expectativas, seus sonhos. Líderes quilombolas das comunidades Madeira, Faxina, Várzea dos Baianos, Cachoerinha, Bolsa do Candiota, Rincão do Quilombo, Rincão do Couro, Solidão, dos municípios de Jaguarão, Piratini e Pedras Altas debateram com o público presente.

- Pela primeira vez na história da UNIPAMPA, o povo quilombola da Fronteira Sul teve voz e vez - diz o coordenador do Grupo PET História da África, que agradece a todos que participaram do seminário, o comércio local, Corsan, hotéis e pousadas e a parceria da Prefeitura Municipal.

Heleno Nazário para Assessoria de Comunicação Social (colaboração de Adelmir Fiabani)


Postar um comentário