quarta-feira, 13 de abril de 2011

Sentinela da Canção de Caçapava do Sul: Milonga de Martim César, Paulo Timm e Alessandro Ferreira foi a grande vencedora!


Foi realizado neste último final de semana, na cidade de Caçapava do Sul, nas dependências do seu principal clube, o festival Sentinela da Canção, tendo em suas três noites a presença de um público de aproximadamente 2.000 pessoas. 

Em consonância com os jurados do Festival, a imprensa, composta de mais de uma dezena de rádios e jornais da região e da capital do estado, além da transmissão via internet, aclamou como grande vencedora a música "soprando as brasas da ausência", de Martim César, Paulo Timm e Alessandro Ferreira, na interpretação de Robledo Martins. Esta canção também levou os prêmios de melhor melodia (Paulo Timm), melhor poema (Martim César) e melhor intérprete (Robledo Martins).


Soprando as brasas da ausência


Talvez, saudade, eu te encontre

No fim de todos meus dias
Rondando a casa vazia
Com os meus fantasmas de ontem
Na imensidão dessas noites
De solidão e invernia
Onde meus olhos já gastos
Não mais avistem os rastros
De uma distante alegria.

Palavra que ando cansado
Desse descaso da vida
De em vão buscar a saída
Sem nunca achar o seu lado
Canto sozinho, me calo
Pealo cismas compridas
Alargo o amargo das horas
E ando apertando as esporas
Pra ver sangrar as feridas...

Toda milonga é saudade
Que invade a alma da gente
Sorvendo a dor que se sente
Na água quente dos mates
Toda milonga é saudade
Que diz - no inverno das casas
Lembrando um amor ausente -
Pra o minuano: que entre...
Nos venha soprar as brasas!

Porém, milonga, tu sabes
Cada razão dos meus medos
E vais cansando os meus dedos
Até que as mágoas se acabem
Só em teus acordes é que cabe
A angústia dos meus segredos
Dilema – em chamas – que arde
A vida que diz que é tarde
E o coração que ainda é cedo!!! 


Os compositores Alessandro Ferreira, Martim César e Paulo Timm
                                                                              Foto: Elis Vasconcellos
As Vencedoras:  (http://www.jornalvs.com.br/)

1º Lugar: Soprando as brasas da ausência
(Martim César Gonçalves/Alessandro Ferreira e Paulo Timm)
Intérprete: Robledo Martins

2º Lugar: Consciência galponeira
(Joel de Freitas Paulo e Fábio Prates)
Intérprete: Jairo “Lambari” Fernandes

3º Lugar: A última recorrida
(Joel de F. Paulo e Othelo Caiaffo/Volmir Coelho e Adriano Gomes)
Intérprete: Volmir Coelho

4º Lugar: Por ser da terra
(Mauro Dias e Cleber Brito)
Intérprete: Glauber e Cleber Brito

Mais popular: Diferença entre gaúchos
(Felipe Xavier de Lima)

Melhor instrumentista: Maykell Paiva em “Por um fio”

Melhor intérprete:  Robledo Martins em “Soprando as brasas da ausência” e “Fundunço”

Melhor letra: Soprando as brasas da ausência (Martim César Gonçalves)

Melhor melodia: Soprando as brasas da ausência (Alessandro Ferreira e Paulo Timm)

Melhor tema campeiro: A última recorrida (Joel de F. Paulo e Othelo Caiaffo)

Melhor arranjo: Fudunço (Juka Moraes e Frutuoso Araujo)
Foto:  Aline Ribas
Postar um comentário